Folha Vitória Idoso de 89 anos é levado para delegacia após ofender atendentes de loja em shopping de Vila Velha

Idoso de 89 anos é levado para delegacia após ofender atendentes de loja em shopping de Vila Velha

A Polícia Militar foi acionada e Jurcelino foi detido dentro da loja. Depois foi conduzido para a Delegacia Regional e encaminhado ao presídio.

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um idoso de 89 anos foi detido após ofender, por causa da cor da pele, dois jovens negros que trabalham em uma loja de departamento de um shopping, localizado na Praia da Costa, em Vila Velha. Para tentar se defender, ele teria dito que "até gosta de preto".

O homem foi identificado como Jurcelino Sebastianes Araújo. A atitude dele contra os jovens foi registrada por outro cliente que ficou revoltado com a forma com que o idoso tratou os atendentes.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas pelo WhatsApp? Clique aqui e participe do nosso grupo de notícias!

Uma das vítimas tem 20 anos e contou que Jurcelino estava tentando realizar uma compra pelo aplicativo da loja no celular. A ofensa aconteceu quando o atendente tentou ajudá-lo. "O senhor disse: 'o presidente tem que matar todos os negros, gays e mulheres feias'", contou.

De acordo com o rapaz, Jurcelino não parou por aí. Usando outras palavras, ele deu a entender que é superior aos negros por ser descendente de europeus. O que deixou o jovem ainda mais nervoso e chateado.

O atendimento foi interrompido quando uma colega do rapaz, que também é negra, chegou do horário de almoço. Ele então se retirou e a colega deu continuidade ao trabalho. Ela conta que assim que se aproximou de Jurcelino, também foi ofendida.

O crime ocorreu por volta das 15h30 dessa quinta-feira (06). A jovem de 22 anos não respondeu às ofensas. Preferiu chamar a gerente.

A Polícia Militar foi acionada e Jurcelino foi detido dentro da loja. Depois foi conduzido para a Delegacia Regional e encaminhado ao presídio. 

Além de racismo, o rapaz considera que ainda foi alvo de homofobia. Ele afirma que a idade avançada não é justificativa para o comportamento de Jurcelino. Muito pelo contrário. Ele espera que o senhor pague pelo que fez.

Por nota, a Americanas afirmou que considera inaceitável o comportamento racista do cliente contra os colaboradores de sua loja no Shopping Praia da Costa, em Vila Velha.

A companhia afirmou, ainda, que abomina atitudes como a protagonizada pelo cliente e todas as formas de discriminação e preconceito. As equipes internas já foram acionadas para o total apoio às vítimas. A rede diz que apoiará também as autoridades na apuração do caso.

Leia também: Médico de Vila Valério suspeito de assédio é solto após pagar R$ 20 mil de fiança

*Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/Record TV

Últimas