Folha Vitória Idoso morre dias após ser espancado em Vila Velha

Idoso morre dias após ser espancado em Vila Velha

Ele chegou até ser entubado, mas já era tarde demais: ele não resistiu aos ferimentos e morreu

Folha Vitória
Foto: Divulgação / Governo
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um idoso foi espancado no bairro Barramares, em Vila Velha, mas ninguém sabe o motivo. Ele foi levado para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, mas a família reclama do atendimento que ele teve no local. Depois de duas horas sem ter sido feitos exames e nem ter remédios receitados, o idoso não resistiu os ferimentos e morreu.

A vítima foi identificada como Luiz Ephigênio e tinha 80 anos. Segundo a família, ele não gostava de tirar fotos. Na semana passada, a filha de seu Luiz ligou para o pai, mas ele não atendeu. Ela estranhou a atitude. Ainda pela manhã, passou na casa do idoso, como de costume, e chamou por ele pedindo que abrisse o portão.

Como resposta, ela ouviu o seguinte: “não consigo abrir o portão, minha filha”. Ela lembrou que estava com a chave do local e, quando entrou, encontrou o pai completamente ferido, pois tinha sido espancado.

Na rua, as pessoas também não souberam explicar o que pode ter acontecido. Apenas disseram que o idoso, morador do lcoal há mais de 20 anos, era muito querido por todos. Os filhos chamaram uma ambulância do Samu.

O filho do idoso contou que no hospital, a vítima ficou por mais ou menos duas horas. Só que o filho disse ainda que ele não passou por exame e não teve receita médica. Com um ferimento na cabeça e lesões pelo corpo, ele foi simplesmente liberado para voltar para casa.

No entanto, as dores não passavam. No dia seguinte, ainda com muitas dores pelo corpo, o idoso foi levado pelo filho para a unidade de pronto atendimento de Riviera da Barra. Ele chegou até ser entubado, mas já era tarde demais: ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

A direção do Hospital Estadual de Urgência e Emergência ‘São Lucas’, em Vitória, lamentou o óbito do paciente e informou que prestou toda a assistência necessária ao caso. O paciente foi avaliado pela equipe de cirurgia geral e pela equipe de neurocirurgia e foi submetido a exames, incluindo uma tomografia de crânio.

Após os exames sem alterações significativas e uma nova avaliação, ele foi liberado. A direção se coloca à disposição da família para prestar mais esclarecimentos.

A Polícia Civil informou que o corpo foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser necropsiado e foi liberado para os familiares. O procedimento será encaminhado, inicialmente, para a Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha, que aguardará os resultados dos exames.

*Com informações do repórter Caio Dias, da TV Vitória/Record TV

Últimas