Idosos são os mais indecisos em São Mateus

As duas faixas etárias com menor indecisão são as mais baixas

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Entre os cruzamentos realizados com as informações coletadas na pesquisa Rede Vitória/ Futura de intenção de voto em São Mateus, os números apontam que no levantamento espontâneo o maior número de indecisos está na faixa etária acima dos 60 anos. O percentual é de 42,7% nesta faixa etária. As duas faixas etárias com menor indecisão são as mais baixas. 31,4% dos que estão entre 25 e 34 anos disseram que ainda não decidiram o voto e 33,3% dos eleitores com idade entre 16 e 24 anos não sabem em quem votar.

Segundo a pesquisa espontânea, entre as mulheres, o número de indecisas também é alto. São 46,4% das eleitoras que ainda não decidiram o voto. Percentual parecido, de 44,2%, está entre os eleitores de Ensino Fundamental.

Na pesquisa de intenção de voto estimulada, quando os nomes de todos os concorrentes são apresentados ao eleitor, o atual prefeito, que lidera a pesquisa, aparece com maior percentual entre os eleitores de 25 a 34 anos. Nesse recorte, 39,5% afirmaram que vão votar em Daniel Santana.

Entre os maiores eleitores do atual prefeito que tenta seu segundo mandato também estão 35,9% das pessoas das classes D e E e 36,6% de quem tem o Ensino Médio. Mesmo assim, nos segmentos escolaridade e classe social, Daniel Santana tem maioria em todas as faixas de escolaridade e em todas as classes sociais.

Entre o eleitorado de São Mateus, o atual prefeito, além de ter maior percentual de intenção de votos, também é o mais rejeitado. E os maiores índices de rejeição estão entre os eleitores das classes A/B. Neste segmento, 39,3% disseram que não votam em Daniel Santana em nenhuma hipótese. O índice continua alto entre os eleitores da classe C, com 33,9%.

Entre os eleitores com Ensino Superior, o gestor também fica com alto índice de rejeição. 35,3% das pessoas desse recorte disseram que rejeitam Daniel. Em compensação, entre as pessoas que têm Ensino Fundamental, a rejeição é de 15,2%, ou seja, menos da metade de quem tem mais formação escolar.

A pesquisa foi realizada pela Futura para a Rede Vitória e contemplou 400 entrevistas, com margem de erro de 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos e confiabilidade de 95%. As entrevistas foram realizadas no dia 15 de outubro de 2020, face a face com o eleitor, respeitando as medidas sanitárias determinadas pelas autoridades de saúde. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número ES-01377/2020

Últimas