Folha Vitória Infância pobre no ES, acidente com perna e fama: série iria contar vida de Roberto Carlos. Entenda!

Infância pobre no ES, acidente com perna e fama: série iria contar vida de Roberto Carlos. Entenda!

Projeto era sonho do cineasta Breno Silveira, que dirigiu filme sobre Zezé Di Camargo e Luciano, e morreu aos 58 anos de idade

Foto: Caio Girardi/Reprodução/Instagram @robertocarlosoficial
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Levar a real vida de Roberto Carlos para as telas era o sonho de Breno Silveira, cineasta que morreu neste sábado (14) aos 58 anos de idade vítima de um infarto (foi ele, por exemplo, quem dirigiu o filme "Os 2 Filhos de Francisco", sobre Zezé Di Camargo e Luciano). Mas o fato é que os fãs ainda podem esperar algum projeto em torno do tema, só que em formato de série. 

O projeto sobre o cantor nascido em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, foi pensando inicialmente como longa-metragem com roteiro de Nelson Motta e Patrícia Andrade. Da infância pobre no Espírito Santo ao estrelato e título de Rei do Brasil, o filme abriria o jogo sobre todos os acontecimentos da vida do artista - inclusive do acidente que o fez perder uma das pernas, ainda quando pequeno, quando morava no Estado. O episódio é, hoje, um tabu. 

Em entrevista a Washington Olivetto no podcast W/Cast, em novembro de 2021, Nelson detalhou um pouco de como seria a superprodução - que ainda tem esperança de acontecer. 

LEIA TAMBÉM: Namorando real? Thales Bretas prestigia show de affair capixaba, Silva, e agita fãs

"É dia de festa em Cachoeiro de Itapemirim com a bandinha da cidade tocando e crianças correndo pelas ruas. O trem vem vindo, apitando, e surge um menino na frente. Ao fundo, Roberto Carlos canta à capela a música 'O Divã', com os versos 'Relembro bem a festa, o apito, e na multidão um grito, o sangue no linho branco, a paz de quem carregava, em seus braços quem chorava, e no céu ainda olhava", disse. 

O jornalista e escritor também revelou que Roberto não teve problemas em falar sobre o acidente que sofreu e de como isso o impactou na infância até conseguir uma prótese, aos 14 anos de idade. 

LEIA TAMBÉM: Luciana Gimenez desabafa sobre filhos e ser "mãe ausente": "Facada no coração"

"Roberto contou que com 13, 14 anos ele não tinha nem uma prótese na perna. Era aquela calça com alfinetinho e a muleta. Ele ia ao colégio, brincava. Depois, o pai dele ouviu falar que no Rio havia um médico que fazia prótese. Ele foi lá com o pai, mas não deu em nada. No terceiro hospital que eles foram, ouviram falar de um médico alemão. Vai ver foi treinado em algum campo de concentração ou era um inocente só. O fato é que o cara era um craque. O alemão botou uma bola de tênis para amenizar e construiu uma prótese para o Roberto. Ele contou que saiu correndo, tropeçando, foi correndo pela praia. No dia seguinte, foi a um baile e dançou a noite inteira. Ele não teve nenhum problema em falar da perna, do acidente", falou. 

Foto: Divulgação/Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Nelson, Roberto e Breno

LEIA TAMBÉM: Pan Pan Pan Pan! Fãs lotam show de Dennis DJ em Vitória: "Capixabas, amo vocês"

"Tive uma notícia mais recente de que não vai rolar o filme, mas que será agora uma série de quatro episódios para a televisão", completou. 

No mesmo bate-papo, Nelson adiantou que, dele, o trabalho estava pronto. Segundo o jornalista, sua parte seria a de fazer o primeiro tratamento do roteiro. Patrícia assumiu em seguida. "Agora não falta mais nada. Falta só o ok dele mesmo", disse. 

Últimas