Folha Vitória Insegurança! Três ônibus foram alvo de criminosos em apenas uma hora na BR 101, na Serra

Insegurança! Três ônibus foram alvo de criminosos em apenas uma hora na BR 101, na Serra

Nesta semana, três coletivos foram assaltados em menos de uma hora

Folha Vitória
Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A insegurança nos coletivos da Grande Vitória é uma reclamação comum entre os passageiros que utilizam o transporte todos os dias. Só nesta semana, em menos de uma hora, passageiros de três ônibus foram alvo dos criminosos na BR 101, na Serra. 

O alvo mais recente dos criminosos foi um coletivo da linha 508, que havia saído do terminal de Laranjeiras em direção ao terminal de Vila Velha. De acordo com uma das vítimas, dois homens estavam sentados nos últimos bancos. No meio do trajeto, eles levantaram e anunciaram o assalto. Os criminosos levaram celulares, documentos, cartões de vários passageiros. 

Esse não é o único crime registrado nesta semana. Na última terça-feira (08), três assaltos foram registrados na região. O primeiro aconteceu por volta de 21h. Uma mulher, de 31 anos, desceu do coletivo em Nova Carapina I e, segundos depois, um homem se aproximou, mostrou uma arma e anunciou o crime. O suspeito pegou o celular da vítima e fugiu. 

Cerca de 12 minutos depois, três homens armados entraram em um ônibus da linha 507 e anunciaram um assalto. Nove passageiros tiveram os celulares, dinheiro e documentos pessoais roubados. Os suspeitos fugiram em direção ao bairro Jardim Tropical. 

No mesmo dia, por volta das 21h55, um ônibus da linha 866 também foi alvo dos criminosos quando passava pelo bairro Barro Branco. Segundo o motorista do coletivo, os criminosos foram violentos e ameaçaram matar os passageiros. Um homem, de 20 anos, chegou a chorar de medo. Depois de roubar os pertences, os suspeitos fugiram. 

Segundo a Polícia Militar, nenhum suspeitos de participar dos crimes foram localizados. A polícia informou ainda que faz patrulhamentos nas regiões em que os crimes ocorreram e lembrou que, sempre que observar algo suspeito, o cidadão deve acionar o Ciodes pelo 190.

*Com informações da repórter Bianca Vailant, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas