Folha Vitória Intérprete da solteirona Marly, ator José Luiz Gobbi está intubado em UTI de hospital no ES

Intérprete da solteirona Marly, ator José Luiz Gobbi está intubado em UTI de hospital no ES

Produtor cultural e diretor, ele dá vida ao personagem mais famoso do cartunista Milson Henriques, falecido em 2016

Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O ator e produtor diretor teatral José Luiz Gobbi, intérprete da eterna solteirona Marly da peça "Hello Creuzodette", foi intubado por complicações a partir de uma insuficiência respiratória e está numa UTI na Santa Casa de Misericórdia, de Guaçuí, no sul do Espírito Santo.  

A notícia foi dada pela irmã do artista, a médica Penha Gobbi Fraga. Em uma publicação nas redes sociais, ela pede orações para o irmão. Foi descartada infecção por covid-19.

Foto: Reprodução/Facebook
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Aos 66 anos, o artista, servidor público aposentado pelo Tribunal de Contas do Espírito Santo (TC-ES) se mudou de Vitória e mora, desde 2020, em Patrimônio da Penha, na região do Alto Caparaó, em Divino São Lourenço. 

Foto: Reprodução / Instagram
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Sucesso teatral

Gobbi encarnou a personagem Marly pela primeira vez no espetáculo "Hello Creuzodete" em 1992. A personagem é uma mulher que vive sozinha em seu apartamento e que não consegue arranjar um namorado, e passa o tempo falando com a amiga Creuzodete pelo telefone. 

Ela foi criada em 1973 pelo jornalista, ator, escritor, poeta e cartunista Milson Henriques (1938-2016). Originalmente, Marly existia apenas nas tiras de quadrinhos, publicadas no extinto jornal impresso "A Gazeta", até ganhar vida através de Gobbi nos palcos. A personagem é reverenciada como ícone da cultura capixaba.

“Hello Creuzodete” foi sucesso absoluto, com 133 apresentações ininterruptas ao longo de um ano e meio. Outros três espetáculos foram criados. O último deles apresentado em 2007. Gobbi fazia performances com a personagem em eventos privativos. 

Últimas