Folha Vitória Jovem é esfaqueada enquanto amamentava o filho em Cariacica

Jovem é esfaqueada enquanto amamentava o filho em Cariacica

De acordo com a vítima esta não foi a primeira vez que o ex-companheiro comete agressões contra ela

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Na noite da última sexta-feira (22), a jovem Rosigleise Ferreira, de 21 anos, foi esfaqueada pelo ex-companheiro no quintal da casa onde mora no bairro Vila Prudêncio, em Cariacica. No momento das agressões, a jovem estava com o filho no colo, uma criança de um ano e sete meses.

Ao todo foram cinco facadas que atingiram os braços, a mão, a perna, e as costas da vítima. Tudo aconteceu quando ela estava sentada em uma cadeira e foi surpreendida pelo ex-companheiro Welington do Nascimento Moreira, de 32 anos.

O suspeito conseguiu ter acesso ao quintal da residência através de uma abertura no muro e de acordo com a vítima, ele havia passado pela região horas antes e ameaçado ela de morte. Após a ameaça, a jovem acionou a polícia.

A jovem contou os detalhes de como tudo aconteceu. "Eu estava sentada dando de mamar ao meu filho e virada de costas e quando eu vi ele estava me dando as facadas, eu não senti na hora se era facada ou não, só senti que o sangue escorreu e eu saí correndo pedindo ajuda e ele pegou meu filho e correu, botando a faca no pescoço do meu filho e falando que ia matar ele, que também é filho dele", disse.

Após o ocorrido, a criança ficou com alguns arranhões e bastante assustada. A vítima contou com a ajuda do policial militar Marlon Moura, que estava de folga mas ajudou a jovem e efetuou a prisão do agressor.

"Foi até meio difícil porque ele já estava com a faca na mão e a criança aí eu e mais um policial militar amigo, que também mora aqui, conversamos com ele, aí quando ele largou a faca a gente conseguiu pegar a criança, dar voz de prisão, imobilizá-lo, acionamos o Samu e o 190 para vir socorrer ela. Quando chegamos perto dela nós vimos a gravidade dos cortes que o rapaz tinha feito", contou.

Emocionado ao poder ver a mãe e a criança com vida, ele conta que o trabalho de um policial não se limita apenas ao uso da farda, mas sim um trabalho de prontidão durante as 24 horas do dia.

De acordo com a vítima essa não foi a primeira vez que o ex-companheiro tenta machucá-la. Segundo a jovem, o motivo de tamanha violência seria o fato dele não aceitar o fim do relacionamento. Ela já pediu medida restritiva, mas o suspeito não respeitou. Agora o único desejo dela é que a justiça seja feita. "Eu quero que ele fique preso, quero que ele pague pelo o que ele fez comigo porque não é a primeira vez é a segunda vez. Quero que a justiça deixe ele preso para ele aprender a viver a vida", disse a jovem emocionada.

Welington do Nascimento Moreira foi detido e levado para o Plantão Especializado da Mulher, ele foi autuado e encaminhado ao presídio pela segunda vez em sete meses.

* Com informações da repórter Rafaela Freitas, da TV Vitória/Record TV.

Últimas