Folha Vitória Justiça autoriza liberação de corpo de advogada assassinada junto com marido em sítio no ES

Justiça autoriza liberação de corpo de advogada assassinada junto com marido em sítio no ES

Já o corpo do marido dela, o iraniano D'Ali Atash, continua no Departamento Médico Legal de Vitória

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A Justiça autorizou, na noite desta terça-feira (20), a liberação do corpo da advogada Marinelva Venturim de Paula, assassinada a tiros em Santa Leopoldina, na região serrana do Espírito Santo. Já o corpo do marido dela, o iraniano D'Ali Atash, continua no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória.

De acordo com a filha de Marinelva, o corpo da mãe será liberado nas próximas horas. Já o do padrasto vai continuar no DML até que a Justiça autorize a liberação. A família prevê que esse processo dure, no máximo, 48 horas. Familiares do iraniano permitiram que o corpo dele seja enterrado junto com o de Marinelva, no Brasil. 

O casal foi assassinado a tiros no último domingo (18), no sítio em que vivia, em Santa Leopoldina. Os investigadores da Polícia Civil já estão com as imagens das câmeras de segurança da residência, que podem ajudar os policiais a identificarem os envolvidos no crime.

Até o momento, a Polícia Civil não informou se algum suspeito foi identificado ou detido.

Últimas