Folha Vitória Justiça do DF concede habeas corpus a ex-capa da Playboy presa em Vitória no mês de julho

Justiça do DF concede habeas corpus a ex-capa da Playboy presa em Vitória no mês de julho

Presa no dia 20 de julho na recepção de um hotel da capital, Flávia estava no Espírito Santo para tentar captar mais clientes

Folha Vitória
Foto: reprodução redes socias
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A modelo Flávia Tamayo, de 22 anos, presa em Vitória no mês e julho, suspeita de fornecer drogas para clientes de uma rede de prostituição, teve o pedido de habeas corpus concedido pela Justiça do Distrito Federal. Pamela Pantera, como é conhecida, será levada para Brasília e submetida à monitoração eletrônica. 

Presa no dia 20 de julho na recepção de um hotel da capital, Flávia estava no Espírito Santo para tentar captar mais clientes. Segundo a polícia, a suspeita participava de uma rede de garotas de programa de luxo, que tinha clientes de alto poder aquisitivo e que atuava no Distrito Federal.

Com ela, foi apreendida uma pequena quantidade de droga para consumo próprio, uma quantia em dinheiro em espécie e um celular. A suspeita foi encaminhada ao sistema penitenciário capixaba, onde permaneceu à disposição da Justiça brasiliense. 

Flávia foi capa de revistas masculinas famosas, como a Playboy – edição publicada em Portugal – e a Sexy, e também atuou como atriz em filmes eróticos da franquia Brasileirinhas. Ela também oferecia uma espécie de cardápio sexual aos clientes mais assíduos. 

Últimas