Folha Vitória Justiça nega registro de candidato à prefeitura de Vila Velha

Justiça nega registro de candidato à prefeitura de Vila Velha

Rafael Primo (Rede) teve a candidatura negada por falta de prestação de contas das eleições de 2018, quando concorreu para o cargo de deputado estadual

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Rafael Primo: candidato não prestou contas

A Justiça Eleitoral negou o registro do candidato à Prefeitura de Vila Velha, Rafael Primo (Rede). A decisão foi publicada na noite da última segunda-feira (19).

De acordo com a determinação do juiz eleitoral do município, Abiraci Santos Pimentel, Primo está inapto para concorrer porque não prestou contas relativas à campanha de 2018, quando tentou o cargo de deputado estadual.

Veja tudo no Guia Eleições 2020

Cabe recurso à decisão e enquanto não é julgado, a equipe jurídica de Primo afirma que o candidato continua concorrendo ao pleito municipal. Veja a decisão na íntegra.

"A campanha continuará acontecendo com base na legitimidade que garante a interposição de recursos a instâncias superiores", afirmou a defesa.

Na primeira pesquisa eleitoral Rede Vitória/Futura, em Vila Velha, divulgada no dia 14 de outubro, Rafael Primo pontou 0,2% das intenções de voto, na pesquisa espontânea. Confira a pesquisa completa.

Não há um prazo definido para que o pleno do Tribunal Regional Eleitoral no Espírito Santo (TRE-ES) analise o recurso da defesa do candidato. Enquanto isso, ele continua concorrendo.

Foto: arquivo
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Número de inaptos

No Espírito Santo, até a tarde desta terça-feira (20), a Justiça Eleitoral analisou 6.281 registros e aprovou 5.935. 

Ainda assim, 303 candidatos ao cargo de vereador ou prefeito tiveram os registros negados. Mais de 6 mil candidatos ainda aguardam análise.

Últimas