Folha Vitória Lanchonete é furtada dias antes da inauguração; prejuízo ultrapassa os R$ 2 mil

Lanchonete é furtada dias antes da inauguração; prejuízo ultrapassa os R$ 2 mil

O proprietário do estabelecimento acredita que o suspeito teria ido em direção ao quadro de energia e desligado o sistema de câmeras de videomonitoramento

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O proprietário de uma lanchonete no bairro Jardim Camburi, em Vitória, passou por uma dor de cabeça mesmo antes de iniciar os negócios. O estabelecimento foi invadido por um criminoso e o prejuízo do roubo ultrapassa os R$ 2 mil. O empresário acredita que o criminoso se dirigiu até o quadro de energia elétrica e desativou o sistema de monitoramento.

A ação do criminoso foi registrada pelas câmeras de videomonitoramento de uma casa próxima à lanchonete. Após se aproximar do estabelecimento, o criminoso coloca um objeto na calçada do local e entra na loja. Depois, ele é visto saindo do interior da lanchonete com mais um objeto na mão. Após alguns minutos, o suspeito sai do local carregando duas sacolas grandes.

De acordo com um dos donos do estabelecimento, os objetos que estão dentro da sacola seriam o computador e a impressora da lanchonete. O prejuízo total após o furto, ultrapassa os R$ 2 mil.

Uma curiosidade sobre o caso é que o local possui câmeras de videomonitoramento na parte interna e externa. O proprietário suspeita que o criminoso teria entrado no local e ido em direção ao quadro de energia elétrica, e com isso, desligado o sistema de câmeras.

Região de casos constantes

A região que fica entre o cruzamento das ruas Wellington de Freitas e Silvino Grecco, em Jardim Camburi, é conhecida pela presença de lanchonetes e restaurantes, mas apesar do clima boêmio e aparentemente familiar, os moradores e comerciantes reclamam da grande insegurança do local.

Além de relatos de arrombamentos e assaltos em comércios da região, moradores também contam que a presença de usuários de drogas em uma praça próxima é outro problema recorrente.

Na semana passada, uma outra lanchonete na mesma região quase foi invadida por um criminoso. O homem se aproximou da porta do estabelecimento, conseguiu abrir, mas ao perceber que o alarme disparou, ele se assustou e fugiu do local.

* Com informações da repórter Milena da Silva Martins, da TV Vitória/Record TV

Últimas