Folha Vitória Linhares fica em 1° lugar em transparência no ES e entre as oito cidades do país em ranking

Linhares fica em 1° lugar em transparência no ES e entre as oito cidades do país em ranking

Na avaliação da Controladoria Geral da União, Linhares foi a única cidade do Espírito Santo a receber nota máxima

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Município de Linhares recebeu nota máxima em transparência da Controladoria-Geral da União (CGU). A 2ª edição da Escala Brasil Transparente – Avaliação 360º avaliou o cumprimento da Lei de Acesso à Informação (LAI) por 27 estados e 665 municípios do País. 

No Espírito Santo foram analisados 12 municípios: Linhares (10), Serra (9,52), Vila Velha (9,52), Cariacica (9,39), Cachoeiro de Itapemirim (9,34), Vitória (9,31), São Mateus (9,28), Colatina (8,99), Guarapari (7,47), Nova Venécia (6,99) Viana (6,47) e Aracruz (5,83). Das cidades brasileiras avaliadas, Linhares é uma dos oito a receber nota 10. 

"Em todos os meus ciclos de gestão, eu prezo pela transparência, porque isso ajuda o Município de diversas formas: mostra a eficiência do serviço público, transmite confiança para quem busca as informações e serve como fator decisivo para os empresários que pretendem investir em cidades brasileiras, e, em especial em Linhares”, disse o prefeito Guerino Zanon (MDB). 

Ao lado do Ceará e Minas Gerais, o Espírito Santo também recebeu nota máxima. O Estado, que havia sido 1º lugar de 2014 a 2017, havia caído para a 8ª colocação em 2018.

Avaliação

Para a aplicação do ranking de transparência, a CGU modificou sua metodologia de atuação. Desta vez, a pesquisa foi dividida em dois blocos, sendo um para análise de quesitos de transparência ativa (publicação de informações na internet) e outro para os quesitos de transparência passiva. A análise foi realizada entre abril e dezembro de 2020. Foram avaliados todos os estados, as capitais e os municípios com mais de 50 mil habitantes (com base nas estimativas de 2017 do IBGE).

Os quesitos de transparência ativa foram avaliados entre abril e agosto de 2020 e considerou o período de agosto de 2019 a janeiro de 2020 como referência para a verificação das informações publicadas nos sites oficiais e portais de transparência. A avaliação da transparência passiva ocorreu no intervalo de junho a setembro de 2020. Os dados foram inseridos no sistema entre novembro e dezembro do mesmo ano. 

Últimas