Folha Vitória Linhares terá Dia D de Vacinação Antirrábica neste sábado

Linhares terá Dia D de Vacinação Antirrábica neste sábado

A meta é vacinar 17.000 mil animais, entre cães e gatos, em 37 postos de vacinação que funcionarão das 8 às 16 horas

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Pexels
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Dia D de Vacinação Antirrábica acontece neste sábado, dia 24, em Linhares. A meta é imunizar cerca de 17.000 mil animais na sede do Município. A ação é elaborada pela Unidade de Vigilância em Zoonoses da Secretaria de Saúde, que pretende ainda mobilizar e conscientizar as pessoas para a prevenção da raiva. Serão 37 postos de vacinação, criados em diversos bairros do município, que irão funcionar das 8h às 16h.

Para a vacinação, os cães devem estar com coleira e guia, e os gatos em caixas de transporte apropriadas. Animais com temperamento agressivo precisam estar com focinheira. Sintomas como dores no local vacinado, febre e comportamento mais quieto do animal podem ocorrer até 36 horas após a aplicação. A raiva é uma doença que compromete o sistema nervoso do homem, incurável e com índice de letalidade próximo a 100%.

De acordo com assessor técnico da Unidade de Vigilância em Zoonoses de Linhares, Sérgio Lubiana o Dia “D” será uma intensificação da vacinação realizada durante o ano. Segundo ele, acontecem duas grandes mobilizações por ano, o Dia D, e a vacinação no interior quando as equipes da UVZ percorrem toda a zona rural e cerca de 12 localidades do interior para imunizar cães e gatos que vivem ainda em propriedades rurais.

Avisos importantes para a campanha:

• Levar a Carteira de Vacinação do animal;

• Cães devem ser levados com coleira e guia (cães bravos levar com focinheira):

• Gatos devem ser levados em gaiolas ou sacos;

• Os animais deverão ser levados por adultos;

Os animais devem ter acima de três meses de idade.

• Não entregaremos doses de vacinas.

Sobre a doença

A raiva é uma doença fatal, a transmissão ocorre quando o vírus rábico, existente na saliva do animal infectado, entra no organismo através da pele ou de mucosas, por mordedura, arranhadura ou lambedura, não existindo necessariamente a agressão. Qualquer mamífero, principalmente, cães, gatos e morcegos infectados pelo vírus podem transmitir a raiva.

Últimas