Folha Vitória Loja de calçados é arrombada no Centro de Vitória

Loja de calçados é arrombada no Centro de Vitória

Uma equipe da Polícia Militar que passava pela Avenida Jerônimo Monteiro viu o estrago feito na porta da loja e parou para verificar a situação

Folha Vitória

Uma loja de calçados localizada no Centro de Vitória foi arrombada na madrugada desta quinta-feira (23). A porta do estabelecimento estava com uma abertura de 20 centímetros em relação ao chão. 

Uma equipe da Polícia Militar que passava pela Avenida Jerônimo Monteiro viu o estrago e parou para verificar a situação. Os policiais acionaram a empresa responsável pela segurança do local, que entrou em contato com a gerente do estabelecimento.

De acordo com a funcionária, não é a primeira vez que a loja é alvo dos bandidos. Assim como ocorreu outras vezes, nesta madrugada os criminosos não conseguiram entrar. No entanto, a abertura já é o bastante para que os criminosos roubem produtos. 

"Eu recebi uma ligação do sistema de alarme, que tinham arrombado a loja. Na verdade, esse mês é a primeira vez. No mês passado, foram dois arrombamentos", contou a gerente do estabelecimento que preferiu não se identificar.

"Dessa vez não conseguiram entrar, mas conseguiram levar algumas coisas por baixo da porta. Mês passado não conseguiram também, mas arrombaram e ficou estranho na porta. A gente vem e só faz um reparo", acrescentou a funcionária. 

Também, de acordo com ela, a insegurança na região tem dificultado as vendas e afastado a clientela. 

"O Centro de Vitória tá literalmente abandonado. As pessoas não estão vindo comprar. Você vê que as pessoas vêm pro Centro comprar e já reclamam. Vêm quando não tem outra opção. Acho que deveria ter mais fiscalização, policiamento não temos durante o dia. Quantas lojas são invadias aí, quando tá fechando e abrindo. Infelizmente, o Centro de Vitória tá a cada dia pior", finalizou a gerente. 

A Polícia Militar disse que esteve no local e constatou a abertura de cerca de 20 centímetros da porta de aço em relação ao chão. Informou, ainda, que tentou contato com um representante legal da loja, mas não houve retorno e que, por este motivo, não foi possível verificar dentro da loja. 

A produção da TV Vitória/RecordTV entrou em contato com os responsáveis pela loja, por meio do e-mail que a gerente passou para a reportagem. Assim que recebermos uma resposta, a matéria será atualizada. Por telefone, a gerente disse que fez um boletim de ocorrência, na manhã desta quinta-feira.

Últimas