Folha Vitória Luiz Coutinho: 'Líder precisa ter a capacidade de envolver e estimular pessoas'

Luiz Coutinho: 'Líder precisa ter a capacidade de envolver e estimular pessoas'

A história do Extrabom começou em 1978, com a abertura de uma pequena mercearia em Jardim América, Cariacica

Folha Vitória

Luiz Coutinho é graduado em Administração, casado, tem 65 anos e é diretor-presidente do Grupo Coutinho, composto pelas bandeiras Extrabom, Extraplus e Atacado Vem, formando a maior empresa do setor supermercadista do Espírito Santo e ocupando a 42ª posição no ranking de maiores supermercados do país, de acordo com a Associação Brasileira de Supermercados (Ranking da AC Nielsen / Abras - 2019).

A história do Extrabom começou em 1978, com a abertura de uma pequena mercearia em Jardim América, Cariacica. Com o passar do tempo, a empresa foi crescendo com foco no trabalho, bom atendimento e no envolvimento familiar. Hoje, a rede conta com 31 lojas e mais de 4.800 colaboradores, sendo certificada como uma das melhores empresas do Brasil para se trabalhar no varejo, de acordo com o Ranking da GPTW (Great Place To Work).

Qual é o seu conceito de liderança?

Um bom líder precisa ter conhecimento técnico e uma visão empreendedora para identificar as oportunidades de negócios. Isso significa estar atento ao comportamento do consumidor, às demandas do seu segmento e focado na valorização do seu capital humano (seus colaboradores). É necessário ter a capacidade de envolver e estimular pessoas. A cada dia que passa, eu tenho mais convicção que um bom gestor necessita de uma equipe altamente competente e conectada com desafios e metas da empresa. É importante manter a equipe estimulada para troca de ideias, ter livre iniciativa, empreender e ser protagonista em suas áreas de atuação. Uma marca forte é feita por pessoas que acreditam nela e dão o melhor de si.

Por que você foi considerado líder no seu segmento?

Esse reconhecimento tem relação com o posicionamento do Grupo Coutinho no mercado capixaba. Somos a maior rede de supermercados do Espírito Santo, com impacto positivo na economia do estado, gerando emprego, renda e impostos. Também buscamos, constantemente, a inovação em serviços e produtos, sendo a primeira rede com a oferta de um amplo serviço de vendas pela internet. Também inovamos com a instalação das máquinas de autoatendimento nas lojas, permitindo que o cliente pague de forma independente compras de até 15 itens. Além disso, desenvolvemos uma série de ações na área social, contribuindo com as causas importantes para a sociedade. São atitudes que reforçam o nosso modelo de gestão com responsabilidade social, foco em crescimento, atendimento de excelência e boa performance em vendas.

Quais são os pilares de uma liderança de sucesso?

Buscar continuamente a melhoria dos resultados, o desenvolvimento próprio e da equipe. Tomar decisões de forma responsável, rápida e alinhadas com os objetivos estratégicos. Criar conexão entre empresas e pessoas para que se sintam engajadas. Comprometimento com o propósito e a missão do negócio.

Quais são os maiores desafios e conquistas de ser líder?

O maior desafio é liderar pessoas, mantendo nossos colaboradores sempre engajados e motivados para atender aos anseios de nossos clientes. Com relação às conquistas, a maior delas é ver a empresa prosperar, tornando-se referência no setor, transformando a vida de milhares de colaboradores e suas famílias e sendo uma empresa fonte de empregos e geração de renda e receitas para o fortalecimento da economia capixaba.

Este momento desafiador pelo qual estamos passando, por exemplo, pode servir como uma oportunidade para os líderes? Se sim, de que forma?

Sim. Todos nós estamos aprendendo muito com esta pandemia. Li uma frase que me inspirou muito nos últimos meses: “estamos todos na mesma tempestade, mas não no mesmo barco”. É necessário estar preparado e agir rápido em resposta às demandas dos consumidores. Nós, do Grupo Coutinho, por exemplo, vimos a demanda dos nossos canais de vendas on-line aumentar por força do isolamento social. Em função disso, nos debruçamos sobre essa questão e conseguimos manter o serviço ativo, sem interrupções desde o começo da pandemia. O momento que vivemos pede decisões rápidas, porém equilibradas. Acho que o desafio é inovar com responsabilidade.

Que comportamentos e atitudes caracterizam o líder do futuro?

Costumo dizer que o futuro é agora. A liderança bem exercida é aquela alinhada com o tempo presente. O gestor precisa ter sempre a capacidade de inovar e empreender. Isso o torna um líder com visão de futuro e soluções novas.

Últimas