Folha Vitória Mãe e filho são rendidos por criminosos armados, mas conseguem fugir

Mãe e filho são rendidos por criminosos armados, mas conseguem fugir

Os quatro suspeitos se aproximaram em duas motos e cercaram a vítima na tentativa de roubar o carro. durante a abordagem, eles atiraram contra o veículo

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma mulher reagiu a abordagem de suspeitos armados para proteger o filho. Foi durante uma tentativa de assalto. Segundo a vítima, quatro homens se passaram por entregadores de lanche. O crime aconteceu no bairro Rio Marinho, em Vila Velha. 

A representante comercial não quis ser identificada, mas contou à reportagem da TV Vitória que viveu momentos de muita tensão ao ser rendida pelos criminosos que atiraram contra ela e o filho. 

A tentativa de assalto aconteceu próximo ao viaduto da Rodovia Leste-Oeste. A representante comercial voltava do trabalho com o filho por volta de 22h30 da noite de sábado (07). 

No trajeto para casa, duas motos se aproximaram do veículo. Uma parou na frente e a outra, que vinha logo atrás com os bandidos armados. Eles cercaram a mulher e anunciaram o assalto. 

"Quando estava passando no quebra-molas reduzindo a marcha, passaram os dois motoqueiros. Porém, tinham quatro elementos nele. Desses, dois estavam armados. Eles chegaram perto, bateram no meu vidro e me cercaram", contou.

"Eles atiraram na gente"

A vítima ressaltou ainda que os criminosos chegaram a abrir a porta do carro, mas mesmo assim, ela não entregou o veículo. 

"Eles atiraram na gente. Eu consegui ligar o carro e sair em fuga. Saí desesperada com a porta do carro aberta. Sei que não devemos reagir, mas coração de mãe sabe como é", detalhou ela.

Durante a abordagem, os quatro suspeitos puxaram o filho da representante comercial pela camisa, mas ela conseguiu salva-lo. O menino não reagiu, mas ficou bastante assustado.

"Meu filho falou pra mim: 'Mãe perdemos. E eu disse "não meu filho, Deus não vai permitir isso". Nisso, ele levantou a mão pra sair do carro. Foi nessa hora que o criminoso puxou ele pela camisa e eu puxei de volta. Deus foi tão maravilhoso que permitiu que eu puxasse ele de volta. Eu só queria libertar meu filho daquela situação toda", afirmou.

A vítima reforçou que se estivesse sozinha, não teria reagido ao assalto e entregaria o carro. 

"Eu não teria essa reação. A presença do meu filho me fortaleceu ainda mais. Eu tive muitas forças ali. A situação foi tão desesperadora que eu só queria proteger ele".

De acordo com a polícia, nesta segunda-feira (09), a vítima compareceu à Segunda Delegacia Regional de Vila Velha para registrar o boletim de ocorrência. A representante comercial ressaltou que na região acontecem muitos crimes e que a população precisa denunciar. 

*Com informações do repórter Rodrigo Schereder, da TV Vitória / Record TV

Últimas