Folha Vitória Mais 15 leitos de UTI exclusivos para covid-19 são abertos no Hospital Jayme Santos Neves

Mais 15 leitos de UTI exclusivos para covid-19 são abertos no Hospital Jayme Santos Neves

Unidade é referência no tratamento da doença no Espírito Santo e alcançou a marca de 97% de ocupação de leitos UTI na terça-feira

Folha Vitória
Foto: Hélio Filho/Secom
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um dia após o Espírito Santo alcançar a taxa de ocupação de 91% em leitos de UTI exclusivos para o tratamento da covid-19, mais 15 leitos foram entregues no Hospital Jayme dos Santos Neves, na Serra. A unidade é referência para o tratamento da doença no Estado.

De acordo com informações do Painel de Ocupação de Leitos Hospitalares, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), atualizado na manhã desta terça-feira (16), o Hospital Jayme Santos Neves conta com 250 leitos de UTI exclusivos para tratamento da covid-19. Destes, 243 já estavam em utilização, representando uma taxa de ocupação de 97,20%.

Durante a entrega dos novos leitos, o governador Renato Casagrande ressaltou que é imprescindível a colaboração da população. "Leitos salvam algumas vidas, mas não todas. É importante abrirmos leitos, mas é importante que as pessoas se cuidem. Precisamos ter noção que este é o pior momento da pandemia no Brasil. Ontem (terça) tivemos mais de 2.800 mortes registradas no país. É uma guerra e queremos evitar isso aqui no Espírito Santo para manter a oferta de leitos para todos", afirmou.

Casagrande ainda destacou que mais leitos devem ser abertos até o final de abril no Espírito Santo. A meta é somar um total de 900 leitos de UTI para a covid-19. "Ontem, passamos de 90% de ocupação e antes de entrarmos em colapso, tomamos as medidas restritivas. Por um lado, estabelecemos a quarentena, mas por outro, estamos abrindo leitos", disse.

Fechamento total

Um ano após a confirmação do primeiro caso de covid-19 no Espírito Santo, os capixabas, mais uma vez, se veem diante de uma série de medidas mais rigorosas para conter o avanço da doença, que já vitimou mais de 6.700 pessoas no Estado, segundo os dados mais recentes do Painel Covid-19.

Com risco de colapso no sistema de saúde devido ao aumento na ocupação dos leitos de UTI exclusivos para covid-19, o governador Renato Casagrande anunciou, na terça-feira (16), um fechamento total em todo o Espírito Santo durante 14 dias.

As novas medidas restritivas, que começam a valer a partir desta quinta-feira (18), influenciarão o funcionamento do comércio, indústria e serviços públicos no Estado. 

Leia também:

Comércio e serviços: veja o que pode e o que não pode funcionar a partir desta quinta-feira no ES

Últimas