Folha Vitória Mais de 54 mil doses da vacina Coronavac chegam ao ES

Mais de 54 mil doses da vacina Coronavac chegam ao ES

As vacinas serão destinadas às Centrais Regionais de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim, Colatina e São Mateus para distribuição aos municípios capixabas

Folha Vitória
Foto: Divulgação/Latam
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Espírito Santo recebeu na manhã deste domingo (07) mais 54.400 doses da vacina da Coronavac. O voo com as vacinas pousou por volta das 8h30 no Aeroporto de Vitória. As equipes da Central Estadual de Rede de Frio da Secretaria da Saúde (Sesa) farão a separação dos lotes que serão distribuídos para todas as Regionais de Saúde.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, as doses recebidas neste domingo irão repor o estoque das segundas doses que haviam sido retiradas para atendimentos dos idosos acima de 90 anos. 

Conforme a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, a partir desta segunda (08) e terça-feira (09), será feita a distribuição de parte das doses dos trabalhadores da saúde, que tem sido atendido de forma escalonada na medida em que as doses estão sendo enviadas pelo Ministério da Saúde. “Juntamente com a remessa dos trabalhadores da saúde, iniciaremos a distribuição de parte das segundas doses da CoronaVac”, disse.

As vacinas serão destinadas às Centrais Regionais de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim, Colatina e São Mateus para distribuição aos municípios capixabas. As estratégias para alcançar os públicos-alvo são definidas pelos municípios.

Públicos-alvo

Devido ao quantitativo de doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde, municípios e Estado vem realizando pactuações por meio da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) para o escalonamento de grupos prioritários dentro desta população, com a atualização recente da inclusão de trabalhadores da saúde acima de 60 anos (Resolução CIB Nº011/2021), além dos já contemplados como:

- Profissionais vacinadores envolvidos na Campanha de vacinação contra a Covid-19;

- Trabalhadores das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI’s);

- Trabalhadores das instituições das pessoas com deficiência (residências inclusivas);

- Trabalhadores dos hospitais e maternidades;

- Trabalhadores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e equipes de remoção de pacientes com suspeita de Covid-19;

- Trabalhadores das Unidades de Pronto Atendimento (upas e pas);

- Trabalhadores da Atenção Primária em Saúde (APS);

- Trabalhadores dos laboratórios: LACEN, laboratórios que fazem RT-PCR Covid-19 e demais laboratórios;

- Trabalhadores da Vigilância em Saúde e outras áreas envolvidos em investigações de campo, relacionadas à covid.

Últimas