Folha Vitória Mau humor por causa da dieta? Confira dicas para amenizar o problema

Mau humor por causa da dieta? Confira dicas para amenizar o problema

A presença de serotonina no cérebro depende do carboidrato, pois ele é quem facilita a entrada do neurotransmissor no sistema nervoso

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um novo dia, uma nova dieta. Com ela, o mau humor. Ao passar por uma reeducação alimentar, é comum que alterações de humor se tornem uma constante naquele período. Isso porque, a serotonina, uma das substâncias responsáveis pela regulação de humor, sono e apetite, tem como suprimento os alimentos que contém proteínas e carboidratos, os primeiros a serem reduzidos na dieta.

De acordo com o nutrólogo Dr. Sandro Ferraz, ao restringir alimentos que possuem esses nutrientes, o mau humor é um efeito colateral esperado. “A presença de serotonina no cérebro depende do carboidrato, pois ele é quem facilita a entrada do neurotransmissor no sistema nervoso. Além disso, a produção desse hormônio tem como base as proteínas. Tudo isso torna o temperamento mais difícil durante a dieta, além de atrapalhar o controle de emoções ligadas à raiva e à agressividade”, explica.

Essas alterações ocorrem, principalmente, quando a pessoa tenta se adequar a uma dieta restritiva, que gera uma mudança repentina na rotina alimentar ao privar nutrientes essenciais, o que não ocorre em uma dieta balanceada.

Se exercite

Uma das principais ferramentas para driblar o mau humor da dieta é se manter ativo. O nutrólogo Dr. Sandro Ferraz explica que ao se exercitar, o corpo produz hormônios relacionados ao prazer e ao bem-estar. “Durante a prática, o cérebro libera a endorfina, que traz satisfação e relaxamento físico e psicológico”, garante o nutrólogo.

Vá ao nutricionista

Quando um profissional monta a sua dieta, adequada as necessidades do seu corpo, o risco de nutrientes essenciais ficarem de fora da rotina alimentar é menor, o que minimiza as mudanças de humor que são tão constantes nas dietas restritivas. “Apenas o profissional pode montar um cardápio que ajude no emagrecimento e não coloque sua saúde em risco”, diz Dr. Sandro Ferraz.

Invista em hobbies

Procure separar um tempo do dia para focar em atividades que você gosta de realizar. Segundo o Dr. Sandro Ferraz, esses hobbies podem ir desde assistir TV a frequentar seu parque ou restaurante preferido.

Últimas