Folha Vitória Menino de 2 anos fica com dedo preso em ralo do banheiro e vai parar no quartel dos bombeiros

Menino de 2 anos fica com dedo preso em ralo do banheiro e vai parar no quartel dos bombeiros

Uma máquina foi a usada para romper o ralo e preservar o dedo da criança. O caso aconteceu em Guarapari

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A travessura de uma criança deixou a família inteira angustiada. Sem que os pais percebessem, um menino de 2 anos colocou o dedo no ralo do banheiro e acabou ficando preso. O garoto foi levado pela família para o quartel do Corpo de Bombeiros, na região do bairro Aeroporto, em Guarapari.

O caso aconteceu nesta terça-feira (22). Os pais tentaram tirar o dedo do menino do ralo com detergente e outras técnicas, mas o dedo acabou inchando. Como a família mora próximo ao quartel, preferiu ir direto ao local pedir ajuda. 

Uma máquina foi usada para romper o ralo e preservar o dedo da criança. O fato do garoto ser muito novo e estar assustado, segundo o cabo Mageski, deixou o trabalho ainda mais delicado.

"Por ser uma criança muito nova, ele se movimentava muito. A dificuldade maior foi segurar a criança e mantê-la imóvel para efetuar o corte. A máquina é usada para cortes de metais mais delicados. Se a pessoa fica com o dedo inchado e demora a tirar o anel, o dedo acaba ficando preso. Isso é comum. Com objetos, não é tão comum ocorrer, mas acontece". 

A curiosidade do garoto acende um alerta para as famílias que têm crianças em casa. Segundo o tenente Hammer, a pandemia potencializou essas ocorrências.

"As crianças estão em casa e ficam procurando alguma coisa para se entreter. Essas ocorrências têm se tornado mais recorrentes na pandemia. Temos que ficar atentos as tomadas e fogões também. A orientação é que, caso aconteça algum incidente, ligue para o 193". 

A família do menino disse que ele não se feriu gravemente e está bem. 

*Com informações da repórter Nathalia Munhão, da TV Vitória/RecordTV

Últimas