Folha Vitória Moscas volantes: conheça o problema de vista que pode acometer de jovens a idosos

Moscas volantes: conheça o problema de vista que pode acometer de jovens a idosos

Os sintomas mais comuns são, principalmente, o surgimento de manchas escuras no campo de visão

Folha Vitória
Foto: Agência Brasil
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Já viu alguém reclamando que enxerga manchas escuras parecidas com moscas, pontos ou teias? Se não ouviu ainda sabia que o problema é mais comum do que se imagina, e é conhecido como “moscas volantes”. Elas são vistas especialmente quando o portador da doença observa uma imagem clara, como uma parede branca ou um céu azul.

Dados fornecidos pelo Hospital de Olhos de Vitória, informam que esse problema que acomete os olhos, surge com o envelhecimento, devido a falhas no vítreo, que é a parte gelatinosa do olho, mas também pode acontecer com pessoas jovens, e nesse caso, podem ser adiantadas por exposição ao sol, uso de algumas medicações ou outros problemas de saúde como diabetes.

“As moscas volantes geralmente não oferecem riscos à visão, mas incomodam muito, pois elas formam grumos que podem flutuar no líquido do vítreo, e formar sombras que são projetadas na retina. Em raros casos, a cirurgia pode ser necessária”, disse a médica oftalmologista, Klícia Molina.

As pessoas geralmente convivem com o problema, mas nos casos mais sérios, a boa notícia é que a doença tem cura. Ela é resolvida por meio da realização de cirurgia para substituição do vítreo do olho, mas os médicos só recomendam para pessoas que apresentam um grande número de manchas, que são os casos que passam a prejudicar e a afetar a visão de maneira muito intensa, já que trata-se de uma intervenção arriscada.

Uma dica que eu sempre dou para as pessoas que apresentam as moscas em estágios mais simples é que movimente os olhos. “Ao focar em uma mosca volante, tente olhar para cima, para baixo e para os lados, pois a movimentação ocular pode mudar a posição das manchas, diminuindo o incômodo”, sugeriu ela.

“Os sintomas mais comuns são, principalmente, o surgimento de manchas escuras no campo de visão. Elas são semelhantes a moscas, pontos, fios ou linhas que pairam no ar; se movem quando se mexe os olhos ou quando se tenta olhar para eles”, disse a médica do Hospital de Olhos.

Também existem moscas volantes associadas a sintomas mais atípicos como flashes, diminuição da visão ou escurecimento nos lados da visão. Em todos os casos, mas nesses mais ainda, é fundamental consultar um oftalmologista para que após a identificação do problema seja iniciado o tratamento.

Klícia advertiu que aparentemente as moscas parecem somente um problema chato e que incomoda, mas pode indicar ou estar associado a problemas mais sérios, como o descolamento de retina. Por isso, viu moscas volantes? Procure um oftalmologista.

Últimas