Folha Vitória Motorista de aplicativo é assaltado e consegue recuperar veículo minutos após crime na Serra

Motorista de aplicativo é assaltado e consegue recuperar veículo minutos após crime na Serra

O carro foi recuperado com a ajuda de um rastreador que o motorista instalou no veículo

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após ter o carro roubado por três criminosos, um motorista de aplicativo conseguiu recuperar o veículo minutos depois da ocorrência graças a um rastreador instalado no automóvel. Esse mesmo carro, de acordo com a vítima, já foi roubado e recuperado três vezes.

O caso aconteceu na última segunda-feira (21) e segundo a vítima, os três rapazes embarcaram no bairro José de Anchieta, na Serra. A corrida tinha como destino final a região de Manguinhos, também na Serra, mas após 10 minutos percorridos, o trio pediu para que o motorista parasse o carro. O condutor estacionou e em seguida um dos rapazes sacou uma arma e obrigou a vítima a sair do veículo. Os três conseguiram fugir.

Após o susto, o motorista foi até um ponto de ônibus, pediu ajuda de uma pessoa e ligou para a esposa. Por telefone, ele disse para a mulher seguir a rota do veículo por meio de um aplicativo de rastreador. Ainda na rua, a vítima conseguiu embarcar em um ônibus e foi até o posto da Polícia Militar na Rodovia ES 010.

Na unidade, o motorista pediu ajuda e acionou o 190. Assim que descobriram a localização do carro, a polícia foi até o local indicado.

"Eu estive no posto onde eles me deram toda a assistência, me emprestaram o celular, eu liguei para o 190 e pelo rádio eles fizeram o contato na região porque já tinham a informação, através do seguro do carro, de que o veículo estava no local".

Após 20 minutos do crime, a polícia encontrou o carro exatamente no mesmo locam em que o trio embarcou, no bairro José de Anchieta.

Os criminosos não foram localizados e o carro foi encaminhado ao pátio da Polícia Civil. Segundo relatou a vítima, esse é o terceiro assalto sofrido.

Neste tipo de caso, a Polícia Civil orienta que as vítimas registrem a ocorrência em qualquer delegacia. A empresa de aplicativo informou que está apurando o caso, mas não tem informações sobre a corrida.

* Com informações da repórter Nathalia Munhão, da TV Vitória/RecordTV

Últimas