Folha Vitória Motorista de aplicativo fica mais de 4 horas refém de criminosos, em Vitória

Motorista de aplicativo fica mais de 4 horas refém de criminosos, em Vitória

A vítima foi até o endereço indicado no aplicativo e quando chegou ao local, havia falso passageiro e quatro comparsas esperando por ele

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Aconteceu de novo. Um motorista de aplicativo, de 50 anos, ficou mais de quatro horas refém de criminosos, dentro de um Manguezal, no bairro Joana D'arc, em Vitória. Um Falso passageiro e outros quatro comparsas são os responsáveis pelo crime.

Era por volta 11h30,  quando um homem que estava a trabalho foi até o bairro buscar um suposto passageiro.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima seguiu para o endereço indicado no aplicativo e ao chegar no local, um homem entrou no carro, apontou uma arma e anunciou o assalto.

Rapidamente outros quatro criminosos se aproximaram do veículo, retiraram o motorista e roubaram todos os pertences que estavam com ele, como: dinheiro e celular.

E não parou por aí. Insatisfeitos, os criminosos ainda levaram a vítima para uma área de mangue, que fica próximo da região onde aconteceu o crime. O local costuma ser movimentado e segundo moradores da região também é usado para traficar de drogas.

Bandidos fizeram motorista refém enquanto usavam o veículo para cometer outro crime

De acordo com a PM, um dos indivíduos ficou vigiando a vítima. Já os outros comparsas, saíram com o carro dizendo que iam matar uma pessoa no bairro Andorinhas.

Para os policiais, o motorista relatou que ficou sob poder do bandido por cerca de quatro horas e só depois desse tempo é que foi liberado. Um dos bandidos ainda fez uma exigência. Falou para a vítima sair por outro lugar que não fosse o mesmo que o criminoso fugiria, caso contrário atiraria para matar.

Após conseguir fugir, a vítima procurou a polícia. Na delegacia contou que além de celular e o dinheiro, os suspeitos ainda roubaram o carro que era usado para trabalhar.

Na noite do mesmo dia, o carro foi encontrado após a Polícia Militar receber um chamado em que quatro indivíduos estavam dirigindo em atitude suspeita na região de Rio Claro, em Guarapari.

Uma equipe foi até o local e quando chegou encontrou apenas o carro, com várias marcas de batida. Além da placa ser a mesma, dentro do veículo também tinha uma CNH com os dados do motorista de aplicativo.

Motorista de aplicativo fica preso em cativeiro por 12 horas 

E esta mesma semana aconteceu um caso parecido. Um outro motorista de aplicativo, de 36 anos, foi sequestrado por quatro assaltantes e mantido em cativeiro por 12 horas. 

A vítima contou que, depois de ser rendido, os criminosos o levaram para um cativeiro. Lá eles vendaram os olhos e também mobilizaram o corpo. Assim como no caso registrado em Vitória, os criminosos queriam o veículo para cometer crimes.

VEJA O VÍDEO: Motorista de aplicativo é rendido por bandidos e preso em cativeiro por 12 horas

Últimas