Folha Vitória Motorista que atropelou e matou casal em Guarapari é autuada e levada para o presídio

Motorista que atropelou e matou casal em Guarapari é autuada e levada para o presídio

Segundo a PM, a motorista do carro perseguiu a motocicleta onde estava o casal. O carro de passeio atingiu e arrastou a moto, que ficou presa embaixo do veículo

Folha Vitória
Foto: Leitor/Marcos Santos
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A mulher de 36 anos que dirigia o veículo que atropelou e matou um casal em Guarapari, na tarde desta quinta-feira (26), foi autuada pela Polícia Civil e encaminhada para o presídio. A informação foi confirmada pela PCES.

Segundo a polícia, a mulher foi autuada em flagrante por homicídio consumado e um tentado, ambos qualificados pelo motivo fútil. Ela será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Guarapari.

A colisão aconteceu na Rua Jacinto de Almeida, na região do Parque Areia Preta. Ela aconteceu após uma briga de trânsito. 

Segundo a Polícia Militar, a motorista do automóvel perseguiu a motocicleta onde estava o casal. O carro de passeio atingiu e arrastou a moto, que ficou presa embaixo do veículo.

A mulher que estava na garupa, Franciani Bueque da Silva, de 32 anos, morreu no local. O motociclista Webster Luiz Santos Lopes foi socorrido com lesões na costela e ferimentos na cabeça, mas morreu após dar entrada no Pronto Atendimento de Guarapari.

De acordo com testemunhas, o acidente foi provocado pela motorista do veículo de passeio. O condutor da moto teria esbarrado no retrovisor do carro dela, o que provocou uma discussão.

Leia também: "Isso não foi acidente. Ela arrastou a moto", diz tia de jovem morta após briga de trânsito

Após a briga no trânsito, a motorista perseguiu e atingiu a moto, que foi arrastada por 300 metros. A informação foi confirmada pela PM e pelas testemunhas.

O Samu e a perícia foram acionados e prosseguiram para o local. A motorista do carro não se feriu e foi levada para Delegacia Regional de Guarapari. 

A reportagem do Folha Vitória tentou falar com o advogado de defesa da autuada, mas ele não atendeu as ligações.

Últimas