Folha Vitória Mulher confessa que espancou e matou a mãe de 76 anos por causa de R$ 100

Mulher confessa que espancou e matou a mãe de 76 anos por causa de R$ 100

Lindaura de Souza espancou a mãe, a aposentada Luzia Eccel Vieira, até a morte em Baixo Guandu quando ela se recusou a lhe dar dinheiro e também não deixou que trouxesse o ex-marido para morar com elas

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Policiais atenderam a ocorrência na manhã desta quinta-feira (05) e levaram Lindaura Vieira de Souza para o CPD de Colatina

A mulher de Baixo Guandu, Noroeste do REstado, apontada pela polícia por ter espancado e matado a própria mãe de 76 anos confessou que praticou o crime por causa de R$ 100. 

Segundo o delegado Hedson Felix, titular da delegacia de Baixo Guandu, Lindaura Vieira de Souza, 49 anos, começou a discutir com a aposentada Luzia Eccel Vieira quando ela recusou o dinheiro. 

"Ela também não concordou que a filha trouxesse o ex-marido para morar na casa, junto com elas. Ela disse, então, que a discussão cresceu, ela começou a bater e a espancar a mãe e a matou", afirmou o delegado, que prendeu Lindaura em flagrante.

Leia também: VIDEO I Mulher é presa suspeita de espancar e matar a mãe de 76 anos em Baixo Guandu

O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira (05) no bairro Santa Mônica, em Baixo Guandu, na Região Noroeste do Estado. A cidade fica a 186 km de Vitória. A polícia atendeu à ocorrência na manhã desta quinta-feira (05).

A mulher foi encaminhada para o Centro de Detenção Provisória (CPD) de Colatina. 

Foto: Reprodução / Instagram
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Delegado vai autuar mulher por homicídio qualificado

O delegado vai continuar as investigações ouvindo vizinhos e as outras filhas da aposentada. 

Ele disse que, em seu depoimento, Lindaura disse que tinha constantes brigas com a mãe e que fazia uso de remédio para dormir. 

"Ela foi autuada em flagrante por homicídio qualificado, por ter sido cometido contra uma vítima idosa, que não teve a mínima chance de defesa", explicou. Após o encerramento das investigações, o inquérito será encaminhado ao Ministério Público. 

Veja abaixo o vídeo:

Últimas