Folha Vitória Mulher é agredida após não deixar marido tocar "funk proibidão" em casa, na Serra

Mulher é agredida após não deixar marido tocar "funk proibidão" em casa, na Serra

A agressão aconteceu na tarde do último sábado (11). A filha mais velha da vítima presenciou o crime e pediu por socorro

Foto: Reprodução

Uma dona de casa de 26 anos foi agredida pelo próprio marido no bairro Novo Horizonte, na Serra, na tarde do último sábado (11). A vítima relatou que a agressão aconteceu após não deixá-lo tocar um "funk proibidão". 

A mulher ficou com o olho roxo. A filha mais velha da vítima chegou na hora do ato e conseguiu pedir socorro. À reportagem da TV Vitória/Record TV, a vítima contou que a agressão aconteceu após o marido, que estava bebendo, colocar um "funk proibidão".

A mulher não aceitou e pediu respeito por ela e pelas crianças. O homem não aceitou parar a música. Assim que ela pausou, a agressão começou. Quando a filha chegou para beber água, viu a cena e pediu socorro. 

LEIA TAMBÉM: >> "Terá massacre": mensagem com ameaça é escrita em banheiro de escola de Jardim da Penha

Os moradores acionaram a polícia, que rapidamente chegou ao local. Segundo vizinhos, o agressor deu trabalho para ser rendido e chegou a jogar a arma de um policial militar no chão. 

A dona de casa está há 10 anos com o marido, e os dois têm cinco filhos. Ela afirmou que já foi agredida várias vezes pelo homem, uma delas em novembro do ano passado — quando também ficou com vários machucados pelo rosto. 

A vítima disse para a equipe da TV Vitória/Record TV que não quer mais continuar o relacionamento. O homem, de 34 anos, que trabalha como montador de andaimes, foi autuado por lesão corporal, desacato e constrangimento infantil, já que bateu na mulher na frente dos filhos. 

Ele foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana.

*Com informações da repórter Nathália Munhão da TV Vitória/Record TV

Últimas