Folha Vitória Mulher é agredida e ameaçada de morte pelo marido após descobrir traição

Mulher é agredida e ameaçada de morte pelo marido após descobrir traição

Com medo, a vítima preferiu se esconder na casa de uma amiga, mas o agressor foi até o local e ameaçou a companheira e também a amiga dela

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma mulher foi vítima de agressões e ameaças de morte pelo marido, após descobrir que estava sendo traída. Por segurança, a vítima decidiu não se identificar e nem identificar o bairro em que tudo ocorreu, mas contou que essa não foi a primeira vez que foi agredida. Nas outras agressões, ela não denunciava por acreditar que o marido fosse mudar.

Tudo começou no momento em que a vítima colocava as roupas para lavar e viu algo no telefone do marido. "Esperei ele ir para o banheiro tomar banho, aí coloquei as roupas na máquina para lavar, falei que estava indo pegar as outras roupas e ele continuou lá no banheiro. Ele deixou o celular dele em cima da estante da sala, aí eu peguei, descobri a senha do telefone dele, peguei minha bebê e saí correndo", contou.

A primeira reação da vítima foi se esconder do marido na casa de uma amiga, em Vila Velha, mas mesmo assim, o homem foi atrás dela, ameaçou a esposa e a amiga. 

A vítima também contou que pediu ajuda à polícia, que a atendeu prontamente. Junto com os policiais, ela disse que foi até a casa, pegou os filhos, alguns pertences e foi para a casa da amiga. Em seguida, ela chamou um motorista de aplicativo e foi para outro endereço. 

Começo das agressões

Na manhã desta segunda-feira (11), a vítima voltou para casa com o intuito de pegar os pertences que restaram e encontrou o marido no local. Ele pediu que a vítima não fosse embora e que desse outra chance para o casamento e continuasse com ele. Mas enquanto o casal conversava, chegou uma mensagem da amante no celular do suspeito. 

A vítima contou que nesta hora o homem perdeu o controle, a jogou no sofá, pegou uma faca e chegou a colocar esta faca no pescoço dela, que neste momento, achou que fosse morrer.

Ela conseguiu escapar do agressor e foi direto para a Delegacia de Plantão Especializado da Mulher, onde fez um boletim de ocorrência contra o marido. 

Cenário repetido

Vivendo com o companheiro há 12 anos, esta não foi a primeira vez que sofreu agressões por parte do marido. 

"Sempre que eu ia denunciar, eu voltava porque eu gostava dele, mas agora eu tenho que pensar em mim, nos meus filhos. Tenho medo dele vir atrás de mim e tentar me matar porque ele é vingativo", disse.

De acordo com informações da Polícia Civil, o casal prestou depoimento na Delegacia de Plantão Especializado da Mulher e ainda não houve autuação em flagrante. O suspeito será investigado pela Delegacia da Mulher de Vila Velha.

Ainda de acordo com a polícia, foi feito um exame de corpo de delito e um requerimento de medida protetiva de urgência.

* Com informações do repórter Vitor Moreno, da TV Vitória/Record TV.

Últimas