Folha Vitória Mulher tem moto furtada, pede ajuda nas redes sociais e sofre tentativa de golpe

Mulher tem moto furtada, pede ajuda nas redes sociais e sofre tentativa de golpe

Criminosos entraram em contato com a vítima para pedir dinheiro, afirmando que iriam devolver a moto após o pagamento

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma mulher teve a moto furtada no bairro Goiabeiras, em Vitória. Após o crime, a vítima postou uma foto do veículo nas redes sociais para pedir ajuda para tentar recuperar o veículo. No entanto, quem entrou em contato com ela para pedir dinheiro para devolver a moto foi um golpista. 

A vítima deixou o veículo próximo do local onde trabalha. No horário do almoço, a mulher chegou a ver a moto estacionada na rua, mas quando estava indo embora para casa, não encontrou mais. 

"Na hora do almoço fui na rua e ela estava lá. Um conhecido que ficou até umas 16h no local, disse que a moto estava no mesmo lugar. Quando eu fui embora, por volta das 17h30, a moto tinha sumido". 

Como a moto não tinha rastreador, a mulher decidiu colocar a foto do veículo e um telefone de contato nas redes sociais, para que se alguém visse a moto em algum lugar, pudesse avisa-la. 

Para a surpresa da vítima, quem entrou em contato foi um golpista. O homem pediu para que ela fizesse uma transferência para que ele devolvesse a moto. "Na hora que ele me ligou eu achei que fosse verdade. A gente tem que ficar muito atento".

Para Raphael Pereira, especialista em Segurança Pública, as pessoas precisam ficar muito atentas quando alguém entra em contato por algum tipo de rede social para pedir dinheiro. "Não faça qualquer tipo de transferência bancária sem ter certeza de quem está do outro lado pedindo". 

O caso segue em investigação da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), e até o momento nenhum suspeito foi detido e a moto não foi localizada.

Sobre a tentativa de golpe do suspeito, a Polícia Civil orienta que vítimas de roubo não negociem a recuperação de veículos por meio da internet e, caso divulguem informações sobre o produto roubado nas redes sociais, indiquem os canais da polícia, 190 ou Disque-Denúncia, como forma de contato.

*Com informações do repórter Matheus Brum, da TV Vitória/RecordTV

Últimas