Folha Vitória Mutirão de limpeza em manguezal de Vitória recolhe 630 quilos de lixo

Mutirão de limpeza em manguezal de Vitória recolhe 630 quilos de lixo

Com o material retirado do meio ambiente em apenas um dia de trabalho, foi possível fazer um mosaico em forma de Guruçá; espécie de caranguejo que vive nas praias

Folha Vitória
Foto: Leonardo Merçon/ Instituto Últimos Refúgios
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

As belezas naturais do Espírito Santo, merecem respeito e bastante cuidado, principalmente quando o assunto está diretamente relacionado a preservação ambiental. Por esse e outros motivos, um grupo de capixabas se reuniu e criou um projeto chamado 'Pegada Oficial' voltado para a conscientização e ações de proteção de praias, mangues e parques do estado.

A idéia do projeto é promover a limpeza dessas áreas coletivamente e com isso,  transformar as ações em grupo em hábitos individuais. A última ação aconteceu neste domingo (04). Os trabalhos contaram com o apoio do Corpo de Bombeiros e também de garis da Prefeitura de Vitória. 

630 quilos de lixo

A o todo, foram recolhidos 630 quilos de lixo. Os trabalhos de limpeza marcaram a retomada das ações presenciais, que estavam em pausa por conta da pandemia.

Entre os materiais encontrados no mangue estavam isqueiros, pinos para embalo de drogas, tampas e garrafas plásticas, isopor e até mesmo material hospitalar, como tubos com restos de sangue.

Desde 2014

Em ação desde 2014, o projeto vem realizando limpezas em diversas praias, mangues e outras áreas ambientais do Estado. Segundo Fabiana Franco, de 45 anos, diretora de comunicação do projeto e também voluntária, a equipe busca ser um farol para a sociedade.

"Não é apenas uma questão de ir limpar essas áreas, queremos ser um farol, poder dar exemplos e conscientizar essas pessoas da importância de cuidar do meio ambiente. Tiramos toneladas de lixo, mas às vezes não faz a diferença, existem muito mais toneladas de lixo nas praia".

Com os montes de lixos recolhidos do meio ambiente, o grupo produzem mosaicos gigantes, em formato de espécies marinhas, para poder chamar a atenção da população através da arte.

A prática da conscientização vai de adultos à crianças. Famílias unem suas forças e buscam ensinar seus pequenos a importância de manter o lixo no seu devido lugar. A Luciana Modelo, mãe da Luana (verde) e da Nathalia (rosa), aproveitaram a praia de uma maneira diferente.

Foto: Fabiana Franco/ Projeto Pegada Oficial
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

"Sempre passeamos pela praia, mas nesse dia aproveitamos de uma forma diferente. As meninas ficaram encantadas, aprenderam papel do coletivo e do cuidado da natureza", explicou Luciana.

Segundo a Diretora, as ações contam com um estandes instalados nas praias que recebem a criançada para ensinar sobre a importância desses atos.

"Mudança comportamental, a prática prematura dessas ações, podem ajudar as crianças a serem adultos mais conscientes e também poder cobrar esses comportamentos dos pais e dos amigos, dos familiares".

Além da reciclagem de lixos, o projeto também realiza retiradas de animais marinhos mortos nas praias. "Quase todos os dias, encontramos animais mortos nas areias da praia. Também fiscalizamos as pescas ilegais, junto com as fiscalizações, retirando diversas tartarugas de presas em redes de pesca".

Para participar das ações e ficar por dentro de todas as informações, os interessados devem acessar o instagram do Projeto Pegada Oficial, clicar no link disponível na bio e realizar o cadastro. 

Últimas