Folha Vitória Nanolearning permite aprendizado eficaz com poucos minutos de foco

Nanolearning permite aprendizado eficaz com poucos minutos de foco

Metodologia desenvolvida para lidar com grande volume de tarefas está cada vez mais presente em treinamentos no ambiente corporativo; para especialista, nanoaprendizagem é voltada para profissionais que buscam autonomia e conectividade

Foto: Divulgação/DINO
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Estudar gastando poucos minutos por dia e aprendendo conteúdos práticos e que vão direto ao ponto: essa é a promessa do nanolearning, uma metodologia de ensino que já faz sucesso entre profissionais que precisam se manter atualizados em ambientes de mudança constante e abundância de informações. 

Situações que exigem aprendizado rápido estão cada vez mais presentes no universo do trabalho e do empreendedorismo. Para lidar com grandes quantidades de tarefas de forma eficiente, métodos ágeis de trabalho tornaram-se frequentes nas empresas. É a aplicação da agilidade no ensino que trouxe à tona o nanolearning. 

“O mundo corporativo está adicionando cada vez mais funções e novos conhecimentos. As informações circulam de forma acelerada. E as pessoas precisam de informações mais enxutas, práticas e eficazes. É por isso que o nanolearning é tão promissor”, diz Maria Eduarda Bastos, desenvolvedora em Power Platform da empresa Lean Solutions e especialista em nanoaprendizagem. 

O método está baseado em três pilares: agilidade, experiência intensa e conexão com instrutores e equipes. Os conteúdos oferecidos são curtos. A ideia é que o aluno dedique poucos minutos às tarefas e seja capaz de se auto direcionar na aplicação do conteúdo aprendido. Professores atuam como mentores e facilitadores, e o centro de toda experiência é o foco.

“É importante ter uma didática focada, que abrange o ‘como fazer’, não apenas o ‘falar sobre’. Os treinamentos mais eficientes vão por esse caminho”, explica Bastos. Ela conta que nas abordagens de nanolearning são também disponibilizados materiais complementares de fácil acesso e consulta rápida.

Com tal metodologia, os cursos e treinamentos tornam-se mais compatíveis com o perfil e a expectativa do estudante. “São alinhados com as necessidades das pessoas interessadas, mais personalizados, com menor carga horária e maior foco”, completa a especialista. 

Para desenvolver treinamentos com nanolearning, não é necessário ter acesso a ferramentas específicas ou complexas. Tudo se resume a uma boa organização do material de aprendizagem e uma definição precisa de onde se quer chegar. Para auxiliar o estudante, mentores utilizam materiais de apoio como infográficos, documentos de consulta e formulários de feedback.

“As pessoas precisam de informações mais enxutas, práticas e eficazes. Percebo que os alunos dos treinamentos têm procurado soluções para problemas mais específicos. Passar um longo tempo aprendendo a resolvê-los não é uma alternativa viável. Com o método nanolearning elas conseguem absorver de forma mais rápida as informações das quais necessitam, sem perda de tempo”, afirma Bastos. 

Aprendizado 4.0

Numa época em que nossa atenção é disputada por diferentes tipos de distração, o consumo de pílulas de informação talvez seja o futuro do ensino. Não é à toa que a nanoaprendizagem surgiu em indústrias de ponta, que empregam alta tecnologia.

“O nanolearning é fruto da Indústria 4.0 e da era da economia compartilhada. A sua adesão é cada vez mais crescente, visto que o modelo tradicional de ensino não contempla a demanda atual de consumação rápida de informação”, explica Bastos. 

Segundo a especialista, a metodologia do nanolearning se soma a outros métodos já aplicados no mundo corporativo para garantir aprendizado ágil e eficaz. “A nossa expectativa é que o nanolearning não venha para substituir outras abordagens, mas sim, transformá-las. Isso contemplaria o novo perfil de profissionais que buscam autonomia e conectividade”, completa a especialista.

Para saber mais, basta acessar o site: www.leansolutions.com.br 

www.blog.leansolutions.com.br

Últimas