Folha Vitória "Não pense que tem alergia, pode ser covid", alerta subsecretário de Saúde do ES

"Não pense que tem alergia, pode ser covid", alerta subsecretário de Saúde do ES

Luiz Carlos Reblin, subsecretário de Estado de Saúde, afirmou que nenhum dos sintomas de covid-19 pode ser ignorado; Ele reforçou a importância de fazer o teste de antígeno e PCR

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Convivemos há mais de um ano com a covid-19 e, desde os primeiros registros da doença, os primeiros sinais do vírus confundem boa parte dos brasileiros. Tosse, espirros, coriza, sintomas que se assemelham aos de alergias.

Durante uma entrevista coletiva que aconteceu na tarde desta segunda-feira, dia 19, o subsecretário de Estado da Saúde, Luiz Carlos Reblin, alertou os capixabas para a importância de não ignorar nenhum dos sintomas da doença. “Não fique em casa pensando que tem alergia. Isso pode ser um sintoma da covid-19", afirmou Reblin.

A chegada da nova estação, o outono, tradicionalmente dá início à temporada de alergias respiratórias. Os motivos são variados, vão desde o clima seco, que favorece a concentração de partículas alérgenas, até a mudança climática.

Diante de sintomas similares, a orientação do subsecretário para controlar o avanço da doença é procurar uma unidade de saúde e fazer o teste para covid-19. “Nós precisamos manter essa vigilância na saída da quarentena, manter as pessoas em isolamento. Isso complementa a quarentena que vivenciamos e vai fazer os indicadores melhorarem”, reforçou.

Testes para covid-19 são realizados durante as consultas

No dia 5 de abril deste ano, a Sesa anunciou a mudança dos protocolos de atendimento na rede pública para agilizar a testagem em massa para covid-19. A intenção era identificar o vírus o mais rápido possível.

Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O subsecretário estadual de Saúde explicou que o paciente será testado na consulta e, caso o antígeno dê positivo, será feito testagem nos contatos próximos do paciente e será recomendado isolamento.

“Primeiro o teste de antígeno que deve ser feito na consulta. Se deu positivo, confirmou Covid-19. Se deu negativo para quem tem sintoma, vai fazer o teste PCR”, explicou Reblin.

Leia Mais: Pacientes vão fazer exame de covid-19 nas consultas; resultado sairá em até 20 minutos

Testagem precisa aumentar até 4 vezes no Estado

Os testes já estão disponíveis nos municípios, mas de acordo com o subsecretário é preciso testar ainda mais a população. “Temos praticamente capacidade de realizar de 7 a 8 mil PCR por dia. Nos municípios, estão sendo feitos de 900 a 1200 testes de antígenos. Mas é preciso quadruplicar essa quantidade até maio”, frisou.

Reblin disse ainda que, atualmente, o Espírito Santo conta com uma estrutura moderna e eficiente para realizar a testagem. “Com relação à testagem, é importante ressaltar que o Espírito Santo tem disponível hoje o que temos de mais avançado”, finalizou.

Últimas