Folha Vitória Não queremos que o Convento seja um 'epicentro' da doença, diz Frei Paulo Roberto

Não queremos que o Convento seja um 'epicentro' da doença, diz Frei Paulo Roberto

A partir desta segunda-feira (28), novas medidas restritivas passam a valer para quem visita o local, um dos procurados no fim de ano em todo o ES

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Em razão da pandemia de coronavírus, e do aumento do número de visitantes, romeiros e turistas no período de férias e fim de ano, o Convento da Penha passa a adotar, a partir desta segunda-feira (28), uma série de medidas restritivas para garantir mais segurança e comodidade para todos os que visitam o principal ponto turístico e religioso do Espírito Santo.

Entre as novas regras está a restrição a quem visita o local de carro. Para se chegar ao campinho, a maioria vai ter que subir a pé ou a partir das vans de transporte.

De acordo com o Guardião do Convento, Frei Paulo Roberto Pereira, nesse período o Convento recebe visitantes de várias partes do mundo, ainda que estejamos no meio de uma pandemia, muitas pessoas devem subir ao Santuário e por isso a atenção deve ser redobrada. "Nós não queremos, de forma alguma, que o Convento seja no Espírito Santo um 'epicentro' da doença, por isso esse crescimento no número de visitantes, exigirá de todos redobrado esforço e atenção. Ainda é tempo do exercício do cuidado, da empatia. Vamos nos cuidar para cuidar do outro!", afirma.

O Guardião lembra ainda que as orientações das autoridades sanitárias para visitas ao monumento religioso mais importante do estado, continuam valendo. "Vai visitar o Convento? Use a máscara, é obrigatório! Importante que a máscara cubra o nariz e a boca. O distanciamento, principalmente no Campinho, é indispensável. Ao menos 2 metros de distância um do outro."

COMO FICA 

De segunda à sexta o acesso de automóveis ao Campinho será reduzido aos primeiros minutos da manhã, ou seja, os primeiros quarenta (40) automóveis que chegarem poderão subir, uma vez que, estarão trazendo pessoas para participar da Celebração da Missa no Campinho. O portão abre às 6h.

Aos sábados, domingos e solenidades (e feriados) o acesso dos automóveis ao Campinho será restrito aos voluntários que estarão escalados nalguma atividade relacionada à Celebração. Preferencialmente, os voluntários deverão usar o serviço das vans.

CRIANÇAS, IDOSOS E PROBLEMAS DE LOCOMOÇÃO

Tanto nos dias da semana, como nos sábados, domingos e solenidades os porteiros estarão atentos aos automóveis que transportam idosos ou pessoas com importante dificuldade de locomoção ou crianças de colo. Nestes casos, mesmo que os automóveis não estejam identificados com o símbolo próprio, receberão autorização para subir. 

COMO UTILIZAR AS VANS

Para o público em geral, a subida pode ser feita em duas modalidades. A primeira, por meio do serviço de transporte em vans. O valor é de R$5,00 (subida e descida) e R$3,50 (somente subida ou descida). Os bilhetes podem ser adquiridos na portaria do Convento e no ponto de embarque e desembarque localizado no Campinho. 

Quem não quiser subir de van, pode subir caminhando. O acesso ao campinho tem dois caminhos: a "Estrada Principal", que possui cerca de 1.200 metros,  ou pela "Ladeira da Penitência", que possui 500 metros de subida íngreme. 

VISITAS AO CONVENTO

ABERTURA DO PORTÃO| 6h (de segunda a sexta) | 7h (sábados e domingos).
O acesso é liberado aos primeiros quarenta (40) automóveis que chegam (de segunda a sexta). O fechamento acontece às 16 horas. 

Aos SÁBADOS, DOMINGOS e FERIADOS não há acesso com automóveis particulares, exceto os que transportarem idosos com dificuldade de locomoção ou pessoas portadoras de necessidades especiais.

MISSAS PRESENCIAIS|  De segunda a sexta missa no Campinho às 7h;  aos sábados e domingos ocorre às 9h. 

MISSAS ONLINE| De segunda a sábado pelas redes sociais às 15 horas (Facebook, Youtube e Instagram do Convento); aos domingos acontece às 9h. 

ATENDIMENTOS E CONFISSÕES

Aos penitentes e confessores, o Convento possibilita condições seguras para a celebração do Sacramento da Reconciliação. Os atendimentos ocorrem nos seguintes horários: De segunda a sábado: das 8h às 11h e das 14 às 16h. Domingo: das 14h às 16h. É necessário a marcação do horário exclusivamente através do telefone (27) 3329-0420. 

Últimas