"Ninguém pode me impedir de concorrer à presidência da França", diz Fillon

"Ninguém pode me impedir de concorrer à presidência da França", diz Fillon

Paris - O candidato à presidência da França, François Fillon, do partido conservador Republicanos, afirmou que um grande comício em Paris em seu apoio provou que ele ainda tem legitimidade para concorrer ao cargo de líder do país, apesar de enfrentar acusações de corrupção.

Em uma entrevista para um canal de televisão francês na noite deste domingo, Fillon afirmou que "ninguém pode me impedir de concorrer...a decisão é minha", disse.

O seu partido fará uma reunião especial na segunda-feira para discutir o assunto. Uma série de aliados deixaram de apoiar sua candidatura, bravos com o fato de ele seguir na campanha, apesar de enfrentar acusações de corrupção.

Fillon é acusado de ter conseguido empregos para sua esposa e dois filhos em cargos públicos que nunca foram executados. Ele admitiu que contratou os familiares, mas insiste que eles realizaram os trabalhos. Fonte: Associated Press.