Folha Vitória Nutricionista dá dicas de como vencer a balança

Nutricionista dá dicas de como vencer a balança

Ovos, queijos, feijões, grão-de-bico, ervilhas, tofu, e alguns suplementos como whey protein, colágeno hidrolisado e as proteínas veganas podem ajudar a bater a meta diária

Folha Vitória
Foto: Divulgação/DINO

Qual é a relação entre proteínas e a saciedade? Importante aliada da boa alimentação, é preciso estar por dentro de todos os benefícios desse nutriente para alcançar bons resultados. 

O tema é apresentado pela nutricionista, especialista em emagrecimento, longevidade e nutrição esportiva, Alessandra Feltre. A profissional destaca o papel das proteínas, pensado como estratégia para o emagrecimento: com exceção da água, a proteína é o principal constituinte do corpo. Esse nutriente é o mais necessário no consumo diário e o que precisa ser ingerido em maiores quantidades. 

“A proteína é matéria-prima para síntese e manutenção da pele, músculos, ossos, cabelos, órgãos, artérias, articulações, enzimas, neurotransmissores e hormônios. Além disso, ela é o principal nutriente sinalizador da saciedade. Isso significa dizer que caso não ocorra o consumo de proteína o suficiente, as chances de estar plenamente saciado são mínimas. Por isso, priorizar é uma das estratégias para o emagrecimento”, afirma ela.

Alessandra Feltre lista alguns alimentos que funcionam como fonte de proteína: carnes, peixes e crustáceos de todos os tipos, ovos, queijos, feijões, grão-de-bico, ervilhas, tofu, e algumas sementes como as de girassol, abóbora, e as castanhas oferecem um bom teor de proteínas. Os suplementos também entram nesse time, como o whey protein, colágeno hidrolisado e as proteínas veganas.

“Existem ainda fatores adicionais que tornam a proteína tão importante. Ela possui o maior efeito térmico”, explica, acrescentando que a proteína dificilmente se converte em gordura no corpo e preserva a massa muscular, evitando sua perda. Isso acontece, principalmente, quando há um quadro de restrição calórica no processo de emagrecimento.

“Além de tudo isso, os alimentos proteicos estão entre aqueles que oferecem boa quantidade de minerais e vitaminas. O ideal é que haja o consumo de proteína ao longo do dia, totalizando algo em torno de 1,2 gramas a 2,4 gramas de proteína por quilo de peso corporal por dia”, aponta Alessandra.

A nutricionista aborda a positividade na rotina alimentar que evidenciam a maior perda de gordura e maior preservação de massa magra, que são os músculos, com maior redução nos triglicerídeos, pressão arterial e circunferência da cintura.

“Sobre a massa muscular, destaco a sua importância para o metabolismo saudável. Além de fornecer sustentação para a postura, proteção para ossos e coluna, força para se movimentar, carregar objetos, levantar pesos, uma boa massa muscular contribui positivamente para o equilíbrio do açúcar no sangue, para a saúde hormonal, dentre outros aspectos para emagrecer e se manter em forma”, completa.

Mais informações podem ser obtidas em: https://www.puravidaprime.com.br/. 

Últimas