Folha Vitória O colunista, a fonte da juventude e os segredos do sucesso

O colunista, a fonte da juventude e os segredos do sucesso

Conheça mais sobre a história de Helio Dórea, um dos mais importantes contadores de histórias do Espírito Santo, no Caderno Especial que celebra os seus 65 anos de colunismo diário

Folha Vitória
Foto: Bruno Menezes
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Ao completar neste ano a marca histórica de 65 anos de colunismo diário, o experiente Helio Dórea, nem em seus pensamentos mais otimistas, poderia pensar em tamanho sucesso. Dá para imaginar que tudo começou quando esse capixaba de coração partiu da Bahia para estudar odontologia no Espírito Santo? Hoje, com a marca de quase 25 mil colunas publicadas, quase 60 anos de casamento com a sua Regina (vão completar em 8 de dezembro), e quase aos 90 anos de idade (completará em 26 de abril de 2021), ainda se reinventa e apresenta o mesmo entusiasmo de sempre. Aposentadoria? Nem pensar. O grande Helio garante que escrever é a "fonte da juventude", e que a Coluna HD é o que o mantém vivo para desfrutar as coisas boas da vida e a família, composta por cinco filhos, três biológicos (Miguel, Helia e Helina) e duas de coração (Daniele e Vanessa), 11 netos e uma bisneta.

E para provar que a admiração pelo nosso colunista rompe barreiras, e que ele é verdadeiramente um "cidadão do mundo", vou citar apenas algumas das dezenas de diplomas e condecorações recebidas por ele de norte a sul. A primeira é caseira: o Título de Cidadão Espírito-Santense, recebido pela Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES), o que faz do grande "baiano" um capixaba. Além disso, recebeu  a Medalha da Inconfidência, a mais alta comenda concedida pelo Governo de Minas Gerais, o título de Amigo da Marinha, o Título de Cidadão Leopoldinense (Santa Leopoldina), o Título de Cidadão Aracruzense (Aracruz), o Título de Cidadão Colatinense (Colatina), e homenagens do Rio de Janeiro a Portugal 

Hoje, com a Coluna Helio Dórea no Folha Vitória, jornal líder em audiência no Espírito Santo, o colunista percebe como a função da Coluna Social se modificou ao longo do tempo e atinge, através do formato on-line, um público muito mais abrangente e diversificado. Como diz o próprio colunista: "A Coluna Social é apenas um nome. Hoje, além de notas sobre pessoas importantes e influentes da sociedade, o espaço serve para levar informação e serviços para o leitor. Dessa forma, diariamente, preciso dosar bom humor com crítica, alguma filosofia, tiradas inteligentes, julgamentos e observações. Sempre objetivando proporcionar notícias claras e objetivas". 

Dórea também aponta outros segredos de uma coluna de sucesso: "Gente bonita,  datas importantes,  construções novas, informações sobre longevidade, confissões pessoais, perguntas dirigidas ao público, lançamentos de empresas, um pouco de futebol, automobilismo, televisão, política e administração pública. Assuntos que são garantia de boa recepção pelo público".

Mas é bom reforçar. Conforme pontua o próprio Helio Dórea, uma Coluna Social é composta por pessoas. Isso faz com que o segmento do jornalismo, presente em todos os principais veículos de comunicação do mundo, continue atraindo o interesse do leitor e sendo fonte de admiração e fascínio para muitos. E para que uma coluna continue sobrevivendo, mesmo em época de constante evolução, é preciso uma forte rede de contatos, muitas fontes (e cuidar bem delas) e o fundamental: credibilidade. Algo que, no caso do nosso colunista, 65 anos de atuação é a maior garantia.

Parabéns gente bacana! Colecionar tantas vitórias, respeito e admiração, em décadas de atuação no jornalismo, é um feito para poucos. Que bom saber que o jornalismo capixaba possui em sua história o nome de Helio Dórea. Que bom saber que diariamente podemos desfrutar de suas histórias no Folha Vitória. 

Foto: arquivo pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Últimas