Folha Vitória Oficina debate uso das águas no Rio Doce e afluentes

Oficina debate uso das águas no Rio Doce e afluentes

A Oficina de Aproximação abre rodada de eventos participativos para revisão do Plano Integrado de Recursos Hídricos e elaboração do Enquadramento da Bacia Hidrográfica do Rio Doce. O encontro é na próxima segunda-feira, 10/10 e de forma virtual

Folha Vitória

Na próxima segunda, dia 10 de outubro, às 14h, é realizada a Oficina de Aproximação que vai apresentar o Plano de Ações, a Proposta de Enquadramento e o Programa de Efetivação para a Bacia Hidrográfica do Rio Doce. O evento é realizado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce (CBH-Doce) e comitês das bacias afluentes, pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) e pela Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), com apoio da Agedoce e da Engecorps.

A Oficina de Aproximação é on-line e aberta ao público mediante inscrição no formulário disponível pelo link: bit.ly/pirhdoceparticipe. Ela tem o objetivo de orientar o envolvimento e qualificar as contribuições nos demais Eventos Participativos. O evento do dia 10 de outubro vai contextualizar os participantes sobre o processo de revisão do Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Doce (PIRH Doce) e elaboração da Proposta de Enquadramento, além de apresentar as metodologias que serão utilizadas nas Oficinas de Consolidação, Consultas e Audiências Públicas que terão início no dia 31 de outubro.

O que está em discussão na 3ª etapa do PIRH Doce

Nos eventos desta etapa os participantes vão validar as ações para gestão eficiente dos recursos hídricos a partir da priorização de problemas a serem solucionados nas bacias. Eles também vão discutir as alternativas de enquadramento mais adequadas para cada curso d’água.

Plano Integrado de Recursos Hídricos e Enquadramento dos Corpos de Água

O PIRH Doce, bem como os Planos das suas nove bacias afluentes foram feitos em 2010. Trata-se de um verdadeiro diagnóstico ambiental da região hidrográfica que fundamenta e orienta políticas e o gerenciamento dos recursos hídricos. À época, a experiência representou grande avanço, pois previu ações de gestão de maneira integrada na Bacia do Doce, guardando as especificidades e o foco necessário em cada bacia afluente.

Com o avançar do tempo e os eventos críticos hoje se faz necessária uma revisão desse plano que dê conta das mudanças e reconfigurações nas diversas regiões das bacias e que permita também a elaboração de outro importante instrumento de gestão, o Enquadramento dos corpos de água em classes, que busca assegurar que a qualidade das águas será compatível com os usos mais exigentes a que forem destinadas.

Para assistir às gravações dos eventos participativos da 1ª e 2ª etapas e acessar os relatórios, basta acessar o link: https://linktr.ee/pirhdoce.

Oficina de Aproximação - PIRH Doce e Enquadramento

O que? Oficina gratuita e online que vai apresentar o Plano de Ações, a Proposta de Enquadramento e Programa de Efetivação para a bacia do rio Doce.

Quem pode participar? Todos os interessados: gestores públicos, usuários de recursos hídricos, estudantes e moradores das bacias do Doce e afluentes.

Quando são as inscrições? Para a Oficina de Aproximação, as inscrições estarão abertas até dia 9 de outubro.

Como se inscrever? Pelo formulário disponível em: bit.ly/pirhdoceparticipe

Últimas