Folha Vitória Operação Black Dolphin: Homem investigado em Minas Gerais é preso na Serra

Operação Black Dolphin: Homem investigado em Minas Gerais é preso na Serra

A operação investigada o compartilhamento de pornografia infantil

Folha Vitória
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem, de 29 anos, foi preso em flagrante por armazenamento e distribuição de pornografia infantil. A prisão é resultado da Operação Black Dolphin deflagrada, nesta quarta-feira (25), em diversos estados do Brasil.

As Polícias Civil e Militar capixabas deram apoio a diligências da Polícia Civil de Minas Gerais. A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente de solicitou apoio para encontrar e prender o suspeito que estaria hospedado em um hotel da Serra, em uma viagem a trabalho. 

O delegado relatou que havia cumprido mandado de busca e apreensão na casa do suspeito, em Minas, e apreendido o material de conteúdo pornográfico envolvendo menores. 

O homem foi localizado pela equipe da PMES e conduzido à Delegacia Regional da Serra. O comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Leonardo Celante, destacou a importância da integração entre as polícias. “Independentemente do Estado, há uma integração entre Polícia Militar e Polícia Civil. São passadas informações que colaboram diretamente com operações que podem ser realizadas para deter criminosos”, declarou.

Com o detido não havia nenhum material ilícito. Entretanto, os arquivos apreendidos em Minas Gerais estavam armazenados em um programa no computador que disponibiliza o conteúdo para acesso e compartilhamento remoto. 

As informações foram repassadas para o plantonista da Delegacia Regional da Serra, delegado Rodrigo Rosa. “Nosso entendimento é que, mesmo os arquivos estando em um estado e o suspeito em outro, ele poderia acessar e compartilhar de qualquer lugar, tratando-se de crime permanente”, explicou. 

Na delegacia, o conduzido confessou o armazenamento dos arquivos, mas negou o compartilhamento do material. Através da analise realizada nos dispositivos, a polícia conseguiu comprovar que houve compartilhamento. 

O homem foi autuado em flagrante pelos crimes previstos nos artigos 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente e será encaminhado ao Centro de Triagem de Viana. A decisão sobre transferência para Minas Gerais ficará a cargo do Poder Judiciário do Estado mineiro.

Últimas