Folha Vitória Operação em Linhares prende suspeitos de tráfico e assassinato

Operação em Linhares prende suspeitos de tráfico e assassinato

Suspeitos estavam com mandados de prisão em aberto e foram localizados pela polícia, que realizou uma ação integrada em Regência

Folha Vitória
Foto: Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um casal acusado de tráfico de drogas e um suspeito de homicídio foram presos durante uma operação policial realizada em Regência, em Linhares, no Norte do Espírito Santo. A ação aconteceu na madrugada desta quarta-feira (25).

A ação integrada contou com as equipes das Delegacias de Sooretama e Rio Bananal, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) de Linhares e tinha como propósito dar seguimento a mandados de prisão e apreensão.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Os primeiros alvos foram um homem de 36 anos e uma mulher de 31 anos. Ambos possuíam mandados de prisão expedidos pelo juízo da 1ª Vara Criminal de Linhares por tráfico de drogas. A residência do casal foi cercada e nenhum entorpecente ilegal foi encontrado no local. 

Outro criminoso preso foi um homem de 47 anos, com dois mandados de prisão por homicídio. De acordo com a polícia, o suspeito matou uma pessoa esfaqueada e logo depois fugiu para o estado de Rondônia, em 1999.

Em 2001, o mesmo homem teria matado outra pessoa a facadas no município de Jaru, em Rondônia. Ele teria voltado ao Espírito Santo recentemente e foi localizado no bairro Conceição, em Linhares. 

Segundo o delegado titular da 16ª Delegacia Regional de Linhares, Fabricio Lucindo, o suspeito ainda tentou manipular os policiais. 

“No momento da abordagem, o investigado ainda tentou enganar os policiais e informou nome falso. Porém, acabou confessando a verdadeira identidade e foi preso pelas equipes”, explicou. 

Todos os suspeitos foram levados para a Delegacia Regional de Linhares.

Últimas