Folha Vitória Pacientes que testaram positivo para covid-19 em exames de dengue serão reexaminados

Pacientes que testaram positivo para covid-19 em exames de dengue serão reexaminados

A afirmação é do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, após apresentar estudo que identificou os anticorpos

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

As pessoas que testaram positivo para covid-19 em exames de dengue e chikungunya serão reexaminadas. É o que planeja o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, em entrevista ao programa ES no Ar, na manhã desta quarta-feira (13).

"Nós iremos retestar esses pacientes e convidá-los para participar de um inquérito sorológico com interrogatório para poder identificar relatos e sintomas", afirma. Esses pacientes fizeram parte de um estudo divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), que identificou a presença de anticorpos IgG específicos para SARS-COV-2 (covid-19), em amostras de infecção por arboviroses, que são a dengue e a chikungunya. 

O que chama a atenção é que essas amostras foram recolhidas em dezembro de 2019, dois meses antes do anúncio oficial do primeiro caso de infecção por coronavírus no Brasil. Assim, a conclusão é que o novo vírus já circulava em território nacional e no Espírito Santo. A investigação descobriu que de 7370 amostras envolvendo casos das doenças transmitidas por mosquito, 210 dessas coletas testaram positivo para covid-19.

"Queremos realizar novos exames laboratoriais que possam neutralizar os anticorpos, tirar dúvidas de falso positivo, pra poder de fato comprovar que se trata realmente do SARS-COV-2 e não de nenhum tipo de reação com outro coronavírus ou reação cruzada com outro tipo de doença", planeja. 

A nova testagem é uma resposta à recomendação do Ministério da Saúde para que o Laboratório Central do Espírito Santo (Lacen-ES), responsável pelo estudo, que aprofunde as investigações sobre a possível presença de anticorpos. Fernandes, no entanto, defendeu o método e a tecnologia na pesquisa capixaba. A tecnologia utilizada ela é muito sensível e muito precisa.

"A probabilidade que se trate de um resultado falso positivo é muito baixa. Nós temos de fato um estudo que contém muita robustez tanto na quantidade de testes feitos quanto na tecnologia utilizada Já utilizamos algumas testagens pra poder refutar a ideia de que os resultados de que pacientes com dengue e chikungunya poderiam falsear os resultados de anticorpos positivos para sarcov 2", destacou. 

Relações comerciais

O secretário acredita que a presença de cidadãos da China no Estado pode ser uma explicação para que o vírus já estivesse marcando presença ainda em 2019. "Temos relações comerciais com a China principalmente por causa da rota do mármore tanto com a circulação de chineses na Grande Vitória, em Cachoeiro, em Barra de São Francisco e Colatina", detalhou. 

Vacina

Sobre a vacinação contra a covid-19, Nésio Fernandes acredita que haverá mais agilidade por parte do Governo Federal. Ele lembrou que o Ministério da Saúde irá definir uma data de in´´ício da imunização ainda no mês de janeiro. Além disso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) irá divulgar a sua avaliação sobre as vacinas disponíveis no domingo (17).

"Nós acreditamos que, a partir da próxima semana, ficará estabelecido um calendário de distribuição dessas vacinas para todos os Estados brasileiros e no Espírito Santo, em até 48 horas de chegada das doses, nós conseguimos iniciar o processo de distribuição para os municípios", finalizou. 

Com informações do repórter Lucas Pisa, da TV Vitória/Record TV

Últimas