Folha Vitória Pai de Britney Spears concorda em deixar a tutela da filha

Pai de Britney Spears concorda em deixar a tutela da filha

O pai alega que salvou Britney quando ela estava "em crise, precisando desesperadamente de ajuda" 13 anos atrás e que nunca a forçou a fazer nada

Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
O Caso Britney Spears já é antigo e gerou muita repercussão

Jamie Spears concordou em revogar a polêmica tutela da artista Britney Spears. Trechos de novos documentos legais foram publicados pelo site TMZ, onde ele declara que quer trabalhar com o tribunal para fazer uma transição ordenada do espólio da filha.

>> Caso Britney Spears: novo advogado consegue adiantar audiência para remoção de tutela

>> Ex-segurança de Britney Spears revela que ela recebia coquetel de drogas uma vez por semana

>> Britney Spears afirma que não vai mais se apresentar enquanto o pai tiver controle de sua vida

Britney iniciou procedimentos legais para revogar a polêmica tutela do pai, que controla as finanças dela. A cantora também pediu que ele seja substituído por um contador independente, Jason Rubin. Mathew Rosengart, que recentemente assumiu a defesa da artista, garantiu que tomaria medidas "agressivas e rápidas" para afastar Jamie, após um comovente testemunho de Britney em um tribunal de Los Angeles.

O documento do advogado de Jamie começa dizendo que "não há motivos reais para suspender ou destituir o sr. Spears como tutor do espólio", mas que ele não quer entrar em uma batalha pública com a filha pois isso não seria o melhor para ela".

"Portanto, embora ele deva contestar esta petição injustificada para sua remoção, o sr. Spears pretende trabalhar com o Tribunal e o novo advogado de sua filha para se preparar para uma transição ordenada para um novo tutor. Independentemente de seu título formal, o sr. Spears sempre será o pai da sra. Spears, ele sempre a amará incondicionalmente e sempre zelará pelos melhores interesses dela", diz o documento.

Ele continua atacando Lynne Spears. O texto afirma que ela teve pouco ou nenhum envolvimento na tutela ou na vida da filha nos últimos 13 anos e que a própria Britney se recusou a ver a mãe quando estava em um centro de saúde mental em 2019.

O pai alega que salvou Britney quando ela estava "em crise, precisando desesperadamente de ajuda" 13 anos atrás e que nunca a forçou a fazer nada. 

"Ela não estava apenas sofrendo mental e emocionalmente, mas também sendo manipulada por predadores e em dificuldades financeiras. Sr. Spears veio ao resgate de sua filha para protegê-la", afirma o advogado de Jamie.

O advogado de Britney, Mathew Rosengart, declarou ao site TMZ: 

"Estamos satisfeitos, mas não necessariamente surpresos que o sr. Spears e seu advogado finalmente reconheceram que ele deve ser removido. Estamos decepcionados, no entanto, por seus contínuos ataques vergonhosos e repreensíveis à Sra. Spears e outros."

"Esperamos continuar nossa investigação vigorosa sobre a conduta do sr. Spears e outros, nos últimos 13 anos, enquanto ele colheu milhões de dólares dos bens de sua filha, e estou ansioso para levá-lo a depor sob juramento em um futuro próximo. Nesse ínterim, ao invés de fazer falsas acusações e atacar a própria filha, o sr. Spears deveria se afastar imediatamente", concluiu Rosengart.

Últimas