Folha Vitória Pai e filho estão presos suspeitos de matarem inquilino que não pagou aluguel na Serra

Pai e filho estão presos suspeitos de matarem inquilino que não pagou aluguel na Serra

Davi dos Santos Marrane, de 25 anos, foi assassinado a tiros em dezembro do ano passado em uma rua de Barcelona, na Serra

Folha Vitória
Foto: Divulgação Policia
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Pai e filho estão presos suspeitos de matarem um jovem que se recusou a pagar o aluguel por três meses. 

Para a policia, não há dúvidas que Sebastião Hernandes de Almeida, de 46 anos, e Willians Oliveira de Almeida, de 20, são os assassinos de Davi dos Santos Marrane, de 25 anos. 

Ele foi assassinado a tiros em dezembro do ano passado em uma rua do bairro Barcelona, na Serra.

De acordo com a polícia, o homem mais velho não demonstrou arrependimento no momento da prisão e confessou o crime com riqueza de detalhes.

Davi pagou três meses de aluguel que custava R$600 e depois parou de pagar, mas também se recusou a sair da casa e permaneceu por mais três meses.

O delegado Rodrigo Sandi Mori explicou que pai e filho agiram juntos no assassinato do inquilino e invadiram o apartamento onde Davi morava.

"Pai e filho permaneceram no local por aproximadamente uma hora e meia e após esse tempo desistiram de esperar e foram embora em um veículo. Poucos quarteirões a frente do prédio, avistaram Davi andando em uma calçada e Sebastião desembarcou do carro já armado com um revólver, se aproximou de David, o golpeou com uma coronhada e atirou quatro vezes, matando-o no local", contou. 

Suspeitos do assassinato têm passagens pela justiça por tráfico e homicídio

Foto: Divulgação Policia
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Sebastião Hernandes de Almeida já cumpriu pena por um homicídio cometido na década de 90 e Willians Oliveira de Almeida, segundo a polícia, é traficante na região da Grande Jacaraípe, na Serra.

O homem de 46 anos foi preso em julho deste ano dentro da própria casa e confessou que matou Davi motivado pelos aluguéis atrasados.

No local foram apreendidas duas espingardas. Sebastião foi conduzido à delegacia onde descreveu o homicídio com riqueza de detalhes.

O rapaz de 20 anos já estava preso desde abril deste ano após assassinar um homem que cometeu um furto na área onde ele atuava no tráfico de drogas.

Pai e filho foram indiciados por homicídios qualificado por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima e já são réus.

Com informações da repórter Nathália Munhão, da TV Vitória/Record TV

Últimas