Folha Vitória Parte dos galpões do IBC em Jardim da Penha será vendida

Parte dos galpões do IBC em Jardim da Penha será vendida

Ao todo, foi posto à venda uma área de 6.598,50 m². O lance mínimo é de quase R$ 10,8 milhões

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Vitória/ Diego Alves
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma parte dos galpões do Instituto Brasileiro de Café (IBC), que fica no bairro Jardim da Penha, em Vitória, será leiloada. O certame foi autorizado pelo governo federal e publicado no Diário Oficial da União na última semana.

Há menos de um ano, o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) recebeu da Superintendência do Patrimônio da União (SPU) a guarda provisória da área dos galpões. O prazo de posse para ocupação por parte do Ifes é de 20 anos. 

Mas a Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, por meio da Superintendência do Espírito Santo, esclareceu que a área do terreno que será leiloada não está incluída na área cedida ao Ifes, que vai ocupar 24 mil m² de um total de 32.437,20 m². 

Em 2020, a intenção do SPU era vender toda a área dos galpões do IBC, mas a negociação milionária não avançou porque o Conselho Estadual de Cultura aprovou o tombamento dos galpões. 

Lance mínimo de R$ 10.790.000,00

Segundo o aviso de licitação publicado no Diário Oficial, serão leiloados os lotes do 1 ao 15, que correspondem a uma área de 6.598,50 m² de terreno e de 4.474,53 m² de benfeitorias. O preço mínimo é de quase R$ 10.790.000,00.

Os interessados em fazer uma proposta tem até às 14h59 de 12 de abril. Este também é o prazo final para a apresentação da documentação. A sessão pública eletrônica para o processo licitatório está previsto para começar às 15h e será realizada pelo site imoveis.economia.gov.br.

O Ifes explicou que, de acordo com o contrato firmado com a SPU, recebeu a guarda e manutenção de todo o quarteirão que comporta os chamados "galpões do IBC". No entanto, foi cedido o direito de uso apenas do galpão principal e da edificação que antigamente abrigava a gerência dos armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que fica na entrada principal dos galpões.

O Instituto destacou que respeita as decisões da SPU e cumpre rigorosamente as delimitações firmadas oficialmente.

A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, por meio da Superintendência do Espírito Santo, disse que em agosto do ano passado foram cedidas ao Ifes as áreas I (de 10.658,07 m²) e II (de 10.778,29 m²). 

"As referidas áreas, de 21.436,36 m² de terreno, se somaram à área adicional de 2.599,50 m², a qual se refere à rua projetada para prolongamento da Rua Natalina Daher Carneiro, totalizando cessão de 24.035,86 m²".

A área cedida, ainda de acordo com a SPU, faz parte de um todo de, aproximadamente, 32.437,20 m² de terreno, com registro cartorial nas matrículas nº 30.321, 30.322 e 30.320. Apenas a área de matrícula 30.322 será posta à venda. 

Últimas