Folha Vitória Pela primeira vez, quíntuplos capixabas poderão comemorar Dia dos Pais em casa

Pela primeira vez, quíntuplos capixabas poderão comemorar Dia dos Pais em casa

Nascidos de forma prematura, os bebês passaram a data do ano passado internados em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN)

Folha Vitória
Foto: Edmilson Leal/TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Pela primeira vez, os quíntuplos capixabas poderão comemorar o Dia dos Pais na própria casa, localizada na Praia do Morro, em Guarapari. A data será celebrada no próximo domingo (09).

Os bebês passam a maior parte do tempo em um cercadinho montado na varanda de casa, mas de acordo com a mãe, a advogada Mariana Mazzelli, a rotina é bem agitada. "Das seis da manhã até as seis da tarde a gente não para. Eles dormem no final da tarde, que é a hora que conseguimos dar uma relaxadinha. São 24 horas no ar aqui em casa", conta.

Na hora do banho, o trabalho é em equipe. Pai das crianças, o empresário Jayme Reisen, pega um por um e leva para o chuveiro. Enquanto isso, Mariana espera no quarto para vestir os pequenos. "Enquanto um dá o banho, o outro prepara as roupas e leva para o cercadinho. Esse processo é feito cinco vezes na parte da manhã e na parte da tarde. É um momento de diversão pra gente", explica.

Foto: Edmilson Leal/TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

As roupinhas e acessórios são da marca criada pela mãe, trabalho que ajuda o casal a garantir o sustento da família, já que as quatro lojas de suplementos alimentares do pai estão fechadas durante a pandemia do novo coronavírus. Eles fizeram a gente arregaçar as mangas e trabalhar porque o gasto é enorme. Não tem outro jeito, tem que trabalhar e se virar nos 30 para dar conta dessa criançada", afirma Mariana.

No entanto, o casal não está sozinho nessa empreitada. Eles contam com a ajuda de duas funcionárias e da vovó Marina, mãe de Mariana. "Sempre gostei muito de criança, com eles aqui em casa, estou realizada. O Jayme é um paizão e me surpreendeu bastante", elogia.

Caminhadas e proteção

Foto: Edmilson Leal/TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Virou rotina! Todos os finais de semana, Jayme e Mariana caminham na orla da praia com os cinco filhos. A família faz sucesso no calçadão e todos querem se aproximar para observar as crianças. Porém, a necessidade do distanciamento social preocupa o pai, que mostra o lado protetor. "Devido a pandemia ainda não ter acabado, a nossa frequência de caminhadas não foi retomada. Fico bastante receoso", pondera.

Toda essa preocupação tem um motivo: os bebês nasceram prematuros e passaram quatro meses em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). "A gente tem muito receio porque eles são prematuros. Estamos começando a sair com eles de casa agora, mas cumprimos a quarentena da forma correta", esclarece a mãe.

O Dia dos Pais do ano passado foi comemorado dentro do hospital, mas neste ano, a celebração será feita dentro de casa. Para Jayme, o maior presente é ver os filhos saudáveis. "Ninguém imagina ter cinco filhos de uma vez, mas depois que você tem o prazer de experimentar esse gostinho que tenho todos os dias, não tem como imaginar viver sem nenhum deles", ressalta o pai

Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/Record TV.

Últimas