Folha Vitória Pessoa é presa em Aracruz suspeita de espalhar fake news para prejudicar candidatos

Pessoa é presa em Aracruz suspeita de espalhar fake news para prejudicar candidatos

Segundo o Ministério Público Eleitoral, o autor das publicações no Facebook teve o objetivo de influenciar o eleitorado local com informações falsas

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma pessoa suspeita de divulgar notícias falsas pelo Facebook, com fins eleitorais, foi presa nesta sexta-feira (13), em Aracruz, no norte do estado. Além disso, a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão de aparelhos eletrônicos, solicitado à Justiça pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da Promotoria da 14ª Zona Eleitoral de Aracruz. Segundo o MPE, diante da apresentação das provas colhidas, a pessoa confirmou, em interrogatório, a prática ilícita. 

Na representação oferecida à Justiça Eleitoral, a Promotoria da 14ª Zona Eleitoral de Aracruz requisitou o cumprimento de mandado judicial de busca e apreensão e autorização para quebra de sigilo de dados de telefones celulares e computadores apreendidos. Conforme as provas apresentadas em inquérito policial encaminhado ao MPE, a pessoa que fez as publicações teve o objetivo de influenciar o eleitorado com informações falsas. 

Para o MPE, os candidatos indicados na publicação, na rede social, tiveram a imagem e honra maculados, ficando caracterizada difamação, injúria, calúnia e divulgação de fatos inverídicos.

Na representação, o MPE destacou que a apreensão dos equipamentos era necessária para se comprovar a veracidade dos indícios e desvendar, com urgência, se haveria outras pessoas envolvidas. Para o MPE, dada disputa acirrada das eleições municipais, é provável que haja um grupo de disputa eleitoral diretamente envolvido no caso. Por isso, foi pedida também a apreensão de dinheiro, cartas, materiais de propaganda, recibos, veículos, notas fiscais e quaisquer outros elementos relacionados ao ilícito.

Últimas