Folha Vitória Polícia apreende mais de R$ 1 milhão em cheques e dez armas no Norte do ES

Polícia apreende mais de R$ 1 milhão em cheques e dez armas no Norte do ES

Segundo a polícia, uma mulher de Jaguaré comprava armas de maneira regular e as emprestava para traficantes. Ao todo, 15 pessoas foram presas na operação

Folha Vitória
Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma operação da Polícia Civil terminou com 15 pessoas detidas no Norte do Espírito Santo. Armas e mais de R$ 1 milhão em cheques e notas promissórias foram apreendidas durante a operação. 

A ação teve início em maio deste ano e foi realizada nos municípios de Jaguaré e São Mateus. Segundo o delegado titular da Delegacia Especializada de Armas e Munições (Desarme), Christhian Waichert, uma mulher do município de Jaguaré emprestava armamento para traficantes.

"A Delegacia de Jaguaré estava monitorando essa mulher. Ela era atiradora, já tinha adquirido duas armas de fogo de maneira legal e estava em processo de compra de mais três armas. Durante a operação, foi encontrado na casa dela apenas uma arma, o que confirmou as informações que a polícia tinha de que ela passava as armas para criminosos", disse o delegado.

Ao todo 15 pessoas foram detidas e dez armas apreendidas na segunda fase da operação. Um dos suspeitos detidos na primeira fase, segundo a polícia, fabricava armamento. 

"No mês de maio, demos inicio a operação. Na ocasião, um armeiro foi detido. Ele fabricava as armas no fundo de um quintal", contou o delegado. 

As investigações apontaram que há um intercâmbio entre criminosos da Grande Vitória com os do interior do Estado.

"A gente tem observado que os criminosos do interior estão tendo uma importante participação no crime de comércio de arma de fogo no Estado. Antigamente, a gente observava que a Grande Vitória fornecia armas para o interior do Estado. Isso tem mudado", ressaltou. 

Durante a operação, a polícia encontrou um fundo falso atrás de um interruptor. No local, havia uma arma, cheques e notas promissórias. Em toda a operação, a polícia tirou de circulação mais de R$ 1 milhão em cheques, além de R$ 54 mil em dinheiro e noves carros.

De acordo com o delegado, os suspeitos negam os crimes. Agora o objetivo da polícia é realizar a operação de Norte a Sul do Estado. 

*Com informações do repórter Waslley Leite, da TV Vitória/Record TV. 

LEIA TAMBÉM: 

>> Operação: Polícia Civil mira organização criminosa que atua em Andorinhas

>> Homem que se passava por personal trainer é preso ao enviar anabolizantes pelos Correios

>> Vigilante encontra corpo de mulher em plantação de eucaliptos na Serra

Últimas