Folha Vitória Polícia busca suspeitos de promoverem tiroteio que deixou criança baleada em Cariacica

Polícia busca suspeitos de promoverem tiroteio que deixou criança baleada em Cariacica

Entre os meses de janeiro e junho deste ano, pelo menos seis crianças foram vítimas da criminalidade em todo o Espírito Santo

Folha Vitória
Foto: Divulgação / Polícia Militar
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Material encontrado com suspeitos após troca de tiros com a polícia no bairro Nova Rosa da Penha 2, em Cariacica

A Polícia Militar está em busca dos suspeitos de realizarem tiroteios na região de Nova Rosa da Penha, em Cariacica. Em uma dessas trocas de tiro, uma criança de 11 anos foi atingida no pé

Ela não foi a única vitima dessas constantes ocorrências no Espírito Santo. Os últimos dias não tem sido fáceis para os moradores de Nova Rosa da Penha 2. Segundo informações da Polícia Militar, nas duas últimas semanas, quase todos os dias foram registrados tiroteios.

Nesta quinta-feira (12), uma criança de 11 anos foi baleada no pé. O menino foi socorrido para um hospital de Vila Velha e a polícia está em busca dos suspeitos de efetuarem os disparos.

Durante a busca por esses suspeitos, a Polícia Militar tem feito um trabalho de saturação no bairro aumentando o número de policiais pelas ruas, mas nesta quinta, nem mesmo um maior efetivo policial inibiu a ação dos criminosos.

"No momento em que chegamos próximo à Rua 26, nós fomos recebidos a tiro pelos criminosos, que depois de efetuarem esses disparos, correram para uma área de mata. A gente entrou nessa área para procurar eles e durante todo o tempo com disparos sendo efetuados por eles, colocando em risco os policiais e a população local", contou o tenente Zuqui, da Polícia Militar.

De acordo com o tenente, em um brejo no final da Rua 26, os policiais encontraram uma pistola 9mm, 187 pedras de crack, maconha, cocaína e munições.

Apesar das apreensões, os criminosos conseguiram fugir. Ainda segundo o tenente, eles correram em direção a Rua 15, lugar onde o menino de 11 anos foi baleado.

"Ela estava dentro da residência, foi um disparo no pé e o que tem acontecido ali, com a nossa presença, é que eles tem efetuado disparos a esmo, colocando em risco a vida da população", apontou o tenente.

Leia também:

>> Criança de 8 anos morre após dar entrada em hospital de Vitória com sinais de agressão

>> Morre criança de 6 anos que foi espancada e estuprada pelo padrasto no Espírito Santo

>> Criança de 10 anos morre após ser baleada durante virada de ano em Marataízes

Violência contra crianças no Espírito Santo

Infelizmente este não foi o primeiro caso de criança vítima de bala perdida neste ano em virtude da guerra do tráfico de drogas. 

Um levantamento feito pelo Jornalismo da TV Vitória/Record TV aponta que pelo menos cinco crianças foram baleadas neste ano na Grande Vitória. 

Dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) mostram que entre os meses de janeiro e junho deste ano, seis crianças morreram de forma violenta no Estado.

No caso de Nova Rosa da Penha 2, a Polícia Militar garantiu que vai continuar as operações no bairro até que os suspeitos sejam presos.

"É fundamental que as informações sejam passadas pela população através do 190 ou por meio do Disque Denúncia 181. São com essas informações que a gente consegue manter nosso patrulhamento, consegue colocar as viaturas naquela região exatamente para tirar esses criminosos de circulação", afirmou.

* Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV.

Últimas