Folha Vitória Polícia Militar apreende 'bananas de dinamite' e drogas na Serra

Polícia Militar apreende 'bananas de dinamite' e drogas na Serra

O local foi deflagrado pelos policiais após atitude suspeita de duas adolescentes que estavam pela região

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Na noite da ultima segunda-feira (31), a Polícia Militar fez uma apreensão pouco comum no bairro Parque das Gaivotas, na Serra. Cinco artefatos explosivos foram encontrados após os militares desconfiarem da atitude suspeita de duas adolescentes que estavam no local.

Os artefatos são popularmente conhecidos como "bananas de dinamite" e a polícia afirma que não é comum de ser encontrado em buscas. 

No momento em que a polícia chegou ao local, uma pessoa acabou fugindo e pulando o muro de um bar que estava desocupado. Um outro homem, de 32 anos, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e, em seguida, conduzido para a detenção.

Após revistarem o lugar, os policiais descobriram que tratava-se de um espaço destinado ao embalo de entorpecentes e foi neste mesmo imóvel que os explosivos foram encontrados. 

Além das dinamites, também foram encontrados dois tabletes de maconha com meio quilo cada um, além de duas buchas da mesma substância e três celulares. Todo o material foi apreendido.

As duas adolescentes, de 16 e 17 anos, que estavam no local, assinaram um termo circunstanciado por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas e foram entregues de volta às famílias.

Ocorrências semelhantes

Mesmo sendo pouco comum, esta não é a primeira vez que há registros desse tipo de artefato. No início de agosto, no bairro Boa Vista, em Vila Velha, uma granada foi encontrada dentro de um ferro velho. O dono do local disse que foi o filho dele que encontrou o artefato em meio à sucata.

Neste ano, outra granada foi encontrada, agora no bairro Santa Rita, também em Vila Velha. Durante a ocorrência, o local teve que ser isolado e a polícia utilizou uma espécie de braço mecânico e um escudo balístico para recolher o artefato. A granada estava dentro de uma bolsa feminina e foi deixada em frente à uma escola. Após recolhido, o material foi detonado.

* Com informações do repórter Vitor Moreno, da TV Vitória/Record TV.

Últimas