Folha Vitória Polícia prende quatro suspeitos de matar idoso a pauladas após boatos na Serra

Polícia prende quatro suspeitos de matar idoso a pauladas após boatos na Serra

Antonio Batista da Fonseca, de 74 anos, foi assassinado a pauladas no dia 30 de maio, no bairro Central Carapina

Folha Vitória

Três homens e uma mulher foram presos suspeitos de envolvimento na morte de Antonio Batista da Fonseca, de 74 anos, assassinado a pauladas após boatos de que ele estaria envolvido em um suposto caso de abuso sexual contra uma criança de 04 anos. 

O crime aconteceu no dia 30 de maio, em Central Carapina, na Serra. Um vídeo gravado por moradores no dia mostra o momento da confusão, com muitas pessoas aglomeradas e correndo pelas ruas. 

A prisão foi realizada por policiais da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Serra e os detidos são réus no processo referente ao homicídio. 

"Foi uma covardia", diz família após acusações de abuso sexual na Serra

Em entrevista à equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV no dia 01 de junho, a sobrinha de Antônio, Ivone Ferreira, contou que tentou defender o idoso, mas também foi agredida.  

"Eu fiquei com o braço todo machucado, com o corpo todo doendo. Eu fiquei tonta, meu filho estava atrás de mim e conseguiu me segurar. Nisso, eles foram para cima do meu tio", afirmou. 

A mulher contou ainda que tentou conversar com os agressores para pedir que a polícia fosse acionada, mas ninguém deu atenção. A família do idoso pede por justiça. "Só quero que seja feita Justiça. Ele era tranquilo, tinha 74 anos. Nunca fez nada. Isso foi uma covardia", disse a sobrinha.

Ainda segundo a família, as acusações começaram por conta de vingança envolvendo um celular e uma mulher com quem Antônio teria se relacionado.

 "Ele comprou um celular e deu para ela. Ela queria ir embora com o celular, aí inventou que meu tio tinha estuprado a filha dela. A população está achando que meu tio era estuprador, mas ele não era", afirmou a sobrinha. 

Mais informações sobre o caso serão passadas em entrevista coletiva nesta segunda-feira (19), na Chefatura de Polícia Civil.

Últimas