Folha Vitória Prefeitura da Serra alerta população sobre aparecimento de caravelas em praias

Prefeitura da Serra alerta população sobre aparecimento de caravelas em praias

O aparecimento desses organismos é esperado para este período do ano, mas é importante manter distância

Folha Vitória
Foto: Divulgação/Semma-PMS
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A Secretária de Meio Ambiente Urbano da Serra alertou a população sobre o aparecimento de caravelas-portuguesas nas praias do município. 

Por ser colorido, o organismo pode chamar a atenção das crianças, que podem até tentar pegá-los. No entanto, é importante evitar ao máximo o contato, uma vez que eles queimam a pele como mecanismo de defesa.

A espécie marinha, segundo especialistas, não ataca os humanos, mas o contato intencional, ou até mesmo sem intenção, mesmo depois de mortas, causam ferimentos.

O aparecimento desses organismos é esperado para este período do ano e, acordo com a secretária, ao avistar a presença deles na areia é importante manter distância. 

No caso do aparecimento de um grande número desses animais, é recomendado também evitar entrar na água.

Sinais e sintomas 

De acordo com o Ministério da Saúde, o contato com tentáculos pode provocar ardência e dor intensa no local, que pode durar de 30 minutos a 24 horas.

Placas e pápulas urticariformes lineares aparecem precocemente, podendo dar lugar a necrose superficial, bolhas em até cerca de 24 horas. 

A regressão pode causar máculas hipercrômicas e pigmentos na pele, que podem persistir no local por meses. 

Prevenção

>> Pergunte ao guarda-vidas sobre a presença destes animais no local

>> Não toque nestes animais, mesmo mortos;

>> Ao caminhar na praia, procure utilizar calçado, evitando assim pisar em tentáculos de águas-vivas e caravelas;

>> Ao praticar mergulho, considere utilizar roupa de mergulho que cubra a maior parte possível da pele; 

Foi queimado? Veja o que fazer!

Caso o contato não seja evitado e a queimadura ocorra, é recomendado:

>> Lavar a região com água do mar;
>> Evitar conta o contato das mãos; 
>>> Depois utilizar vinagre para neutralizar a ação da toxina. 
Se as dores não passarem, um médico deve ser consultado.


Últimas