Folha Vitória Preso suspeito de agredir mulher em Nova Almeida, na Serra

Preso suspeito de agredir mulher em Nova Almeida, na Serra

O crime aconteceu na última quarta-feira (03). Neuza Ribeiro Santos chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu três dias depois

Folha Vitória
Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O homem, de 44 anos, suspeitos agredir a mulher dentro de casa no bairro Nova Almeida, na Serra, foi preso nesta segunda-feira (08) em Teixeira de Freitas, na Bahia. 

Neuza Ribeiro Santos, de 45 anos, foi agredida na última quarta-feira (03). Ela foi socorrida pelo filho em estado grave e levada para um hospital em Vitória, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no sábado (06).

Após o crime, os policiais da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) pediu a prisão temporária do suspeito. O pedido foi aceito pelo Poder Judiciário. O mandado de prisão foi cumprido com apoio da Polícia Civil da Bahia.

Uma equipe da DHPM foi para a cidade baiana para trazer o suspeito ao Espírito Santo. Após os procedimentos legais, o homem que não teve o nome divulgado será conduzido para o Centro de Triagem de Viana.

Segundo a Polícia Civil, outras informações sobre o caso serão passadas em uma coletiva de imprensa, ainda sem data e horário definidos.

Casal tinha relacionamento conturbado

De acordo com um dos filhos da vítima, o relacionamento entre a doméstica e o companheiro sempre foi tumultuado. Ela já teria sido agredida por ele outras vezes.

O jovem informou que ele e os três irmãos moravam com o casal. No entanto, há quatro dias, a mulher decidiu ir morar sozinha com o companheiro. Segundo os familiares, ele teria recebido uma proposta de trabalho. Foi durante esses dias em que estiveram sozinhos que o crime aconteceu.

O filho de 20 anos esteve na residência do casal, após ser informado por vizinhos que a mãe havia sido espancada. Eles teriam escutado barulhos dentro da casa e foram ao local para saber o que estava acontecendo. Ao chegarem, encontraram a mulher gravemente ferida.

Um amigo do homem mostrou à equipe de jornalismo da TV Vitória/Record TV uma mensagem que recebeu do suspeito às 23h28 desta quarta-feira em que o homem diz que matou a mulher. Em seguida, desapareceu.

Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O filho da mulher estava trabalhando quando recebeu uma mensagem. O texto foi enviado pelo celular da mãe, mas a família acredita que foi o próprio suspeito de enviou as mensagens. Isso por que ela estava muito feriada e inconsciente quando foi encontrada. O filho acha que a mãe não teria condições de escrever o texto. Além disso, o celular não foi encontrado.

Com erros na grafia, a mensagem era um pedido de socorro. A mensagem dizia que o companheiro da vítima teria matado a mulher. A pessoa que enviou o texto orientou o rapaz a entrar pelos fundos da casa.

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Segundo a polícia, o companheiro é considerado o principal suspeito, visto que ele estava sozinho com a vítima no momento do crime. Por nota, a Polícia Civil informou que o caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídio e Proteção à Mulher (DHPM). 

ACOMPANHE A REPERCUSÃO DO CASO:

>> "O médico já falou a verdade: Melhor se preparar", diz filho de mulher espancada na Serra

>> Morre mulher que teve traumatismo craniano após ser brutalmente agredida na Serra

Últimas